3 motivos para assistir The King's Avatar

by - quarta-feira, setembro 04, 2019


Depois de um longo e tenebroso inverno... estou de volta com os posts sobre doramas. Não é que neste meio tempo eu tenha parado de assistir doramas, mas os últimos meses foram (e estão sendo) muito caóticos e simplesmente não estava conseguindo acompanhar regularmente nenhuma história. Mas isso mudou com a estreia de The King's Avatar, a adaptação de um mangá (e anime) chinês muito famoso, com um dos meus atores favoritos, o Yang Yang (que também fez Love O2O, que já indiquei aqui). Fazia um bom tempo desde que não me empolgava tanto com um drama e comecei a a assistir seus episódios quando o drama já estava quase chagando na metade - mas consegui maratonar King's Avatar até alcançar seu episódio corrente e depois acompanhei semanalmente (e muito ansiosa) sem perder nenhum episódio, até seu final na última semana. Por isso estamos aqui.

o time Xing Xin (ou Happy, depende da tradução do fansub)
Antes de qualquer outra coisa, devo te contar um pouco sobre o plot deste c-drama: The King's Avatar conta a história de Ye Xiu, um gamer genial, líder de uma das melhores equipes de e-Sports da China e que domina os campeonatos de Glory, um jogo multiplayer. Por uma série de questões, ele é forçado a deixar sua equipe e se aposentar. A "aposentadoria", no entanto, não é seu adeus ao jogo, pois enquanto aprende a ser gerente no cyber café de Chen Guo, Ye Xiu se prepara para voltar aos campeonatos. O drama acompanha sua jornada de volta ao topo com antigos e novos amigos e uma chefe muito animada.

O drama possui quarenta episódios que variam entre 30 e 50 minutos (todos eles com música de abertura e encerramento, o que faz com que você fique cantarolando a melodia, mesmo sem entender nada, por muito tempo depois do final do episódio) e mostra não apenas o novo time formado pelo personagem principal, mas também seu antigo time e os demais que participam dos campeonatos de Glory - o que é muito interessante pois todos se conhecem e nutrem um respeito muito grande um pelo outro, afinal, os veteranos viraram veteranos juntos. E agora que você sabe as linhas gerais desta história, vamos aos três principais motivos para você assistir esta belezinha.

1. Comicidade dosada perfeitamente

Yang Yang é a coisa mais fofa do mundo
King's Avatar poderia ser uma história triste ou com aventura (no mundo de Glory) a todo momento, mas com seus personagens mantendo um equilíbrio entre fofos, cômicos e extremamente realistas, o drama consegue tratar de temas importantes como a amizade, as escolhas de carreira (e o perseguir de um sonho), as relações familiares e as relações de trabalho de forma leve. A comicidade é também usada como característica específica de certos personagens e depois de um certo tempo, ficamos esperando que todas as cenas desses personagens sejam engraçadas, mas é aí que o roteiro tem um bom movimento e não os restringe a apenas uma faceta - o que para mim foi uma grande [e boa] surpresa. E é claro que ela também é um importante fator na quebra de reações esperadas em certas cenas. Em níveis diferentes e formas, todos os personagens conseguem ser engraçados sem exagero.

2. Respeito mútuo entre os personagens

vemos aqui mais um grupo de personagens ótimos
Comentei brevemente que os personagens/jogadores se respeitavam mutuamente, mas é uma coisa tão legal de se ver na trama que, para mim, é importante explicar que isso acontece tanto no nível profissional quanto pessoal. Ainda que todos eles sejam amigos (de formas diferentes), há uma consciência de que todos são profissionais e devem agir como tal que me pegou de surpresa, por não ter lido o mangá nem assistido ao anime (está nos meus planos fazer isso em breve) eu não esperava algo assim, o que é completamente maduro em comparação a outros dramas. É claro que a história foca em Ye Xiu e todos, de um,a forma geral, consideram o personagem um elemento crucial para o crescimento e melhoria do jogo por sua genialidade, mas ao longo dos episódios percebemos que todos os personagem têm características e personalidades fortes e consistentes o suficiente para gostarmos de todos - até do que fazem oposição ao protagonista.

3. Desenvolvimento dos personagens


Em 40 episódios muita coisa pode acontecer e muito personagem pode mudar 180 graus. Isso não acontece necessariamente com estes personagens, pois suas personalidades são bem delineadas e consistentes, no entanto, todos eles têm questões a serem resolvidas e essas questões conseguem espaço suficiente para se desenrolar e serem resolvidas. É muito gratificante ver que as "partes" que poderiam ser melhoradas nos personagens foram desabrochando e o quanto os personagens mais novos conseguiram amadurecer muito e realmente se tornarem jogadores profissionais. Um exemplo perfeito disso, para mim, é o personagem Sun Xiang, que é colocado no lugar de Ye Xiu como capitão do time da Jia Shi e sempre quis provar seu valor e ser melhor do que o antigo capitão e por isso passou boa parte da trama sendo uma pessoa terrível. Durante todo o drama ele teve muitas oportunidades de realmente entender seu papel dentro do jogo e do time, e no final fica claro como a água o quanto ele amadureceu - no lugar do garoto explosivo e raivoso encontramos uma pessoa diferente, mais calma, mais focada, mais centrada e esta foi outra grata surpresa (este dorama trouxe muitas surpresas para mim, claramente).

Outras considerações:



- Mais uma vez Yang Yang faz um protagonista gamer, mas ao contrário de Xiao Nai de Love O2O, Ye Xiu não tem nenhum interesse romântico e seu foco está completamente em ser o melhor jogador que puder. Ainda que seja um gamer incrível e um líder muito responsável e detalhista, Ye Xiu possui uma perfeição, mas também uma fragilidade emocional muito bem representada (e explicada e desenvolvida) que o faz um personagem muito humano, muito passível de erros, o que também é um ponto a mais para nos prender na história pois ficamos querendo saber como ele vai lidar com o se mostrar, o se colocar para o mundo ver. É muito gostoso acompanhar sua dedicação do Glory e aos outros membros da equipe e das outras equipes, pois ele consegue ser um bom oponente, um bom companheiro e um bom amigo.

- O CGI é muito bom! Os personagens do jogo possuíam algumas características fisionômicas dos seus jogadores (o que achei muito bom). As paisagens do jogo também são muito detalhadas e realmente passam a sensação de que estamos dentro de um jogo.

- O ritmo do drama foi muito consistente e o roteiro ficou bem encaixadinho (dentro das possibilidades do drama) e conseguiu mostrar também um pouco da história da maioria dos personagens, o que os tirou da zona de superficialidade e fez com que nos apegássemos ainda mais.


- Há representação feminina! Ainda que bem pouca em comparação com o número de jogadores masculinos. Temos Su Mucheng, Tang Ruo, Chen Guo... e algumas outras moças que não aparecem muito. Meu ponto é que as três estão em esferas diferentes do jogo - Mucheng é uma estrela, junto dom Ye Xiu, Tang Rou é uma estreante e Chen Guo joga mais para se divertir do que outra coisa, mas todas elas percebem como é diferente ser mulher num ambiente tão dominado por homens e ainda que essa questõa não seja aprofundada, me parece um avanço estar, pelo menos, retratada e refletida.

Gostei muito de King's Avatar não só por sua boa execução, roteiro, trilha sonora e atuação, mas por conseguir passar para o expectador que realmente é uma adaptação que manteve a essência do material original. Sem dúvida entrou para a minha lista de dramas favoritos e vai entrar na minha lista de dramas para reassistir todo final de ano.


Até breve! 

You May Also Like

6 comentários

  1. Oi Vitória.
    Confesso que nunca assisti dorama nem sou muito ligado à cultura asiática. Sempre fico me perguntando por onde começar mas nunca acho uma história empolgante. Ou nunca tinha achado. Achei muito legal o enredo de Kings Avatar, e gostei muito de saber sobre o desenvolvimento dos personagens porque é algo que me prende. Esse vai pro topo da lista, obrigado pela dica.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Cada vez que vejo uma nova indicação de dorama me sinto meio culpada por ainda não ter conseguido assistir nenhum. :( Minha desculpa é que quase não assisto nada (nem filmes), e o que vejo geralmente são séries que já acompanho há anos ou são séries turcas (meu fraco!rsrs). Enquanto doramas são as paixões de muitos (e provavelmente se tornaram minhas também, se eu der uma chance) as séries turcas são queridinhas por mim.rs

    Gostei de saber que tudo é perfeitamente dosado na série, havendo equilíbrio entre comédia e drama, além dos demais aspectos que você mencionou, como o crescimento dos personagens ao longo dos episódios, o respeito essencial e lindo entre eles, e a representatividade feminina (mesmo que pouca).

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não me aventurei nos dramas orientais. Pensei que não fosse dar conta por não estar acostumada com o tipo de sonoridade. Mas, não é que estou assistindo Death Note e tô dando conta SIM?!!! Dessa forma, essas dicas que os blogs fazem nos posts de vez em quando tem super me influenciado a começar a ver algum dorama. Kings Avatar parece que me agradaria bastante.

    Beijão

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  4. Eu não sou muito de doramas e afins, mas tendo um namorado que é apaixonado por doramas, mangás e tudo o que é relacionado à cultura oriental, não tem como não acabar por dentro desse mundo. Ainda não sabia dessa série, mas já vou falar para o meu namorado para assistirmos no final de semana. Obrigada pela dica, com certeza vai valer a pena.

    Beijos.

    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu não sou fã de doramas, já tentei assistir inúmeras vezes mas simplesmente não rola! Vou indicar seu post aos meus amigos fanáticos por esse estilo, pois realmente você apresentou excelentes motivos!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Fiquei curiosa para ler o material original pra ver se estes pontos que você ressaltou podem ser encontrados lá também. Se conseguir ler, já quero emendar assistiu a adaptação e acho que pode funcionar bem pra mim.
    beijos

    ResponderExcluir

Muito obrigada por passar no Doki Doki! A sua visita é super importante para mim. Me conte, gostou de alguma coisa no post? Não gostou? Me ajude a produzir conteúdos cada vez melhores, a sua opinião é muito importante.