Meio blogueira e meio acadêmica: uma breve biografia da curadora

by - terça-feira, junho 04, 2019

é uma vergonha que eu não tenha conseguido encontrar UM livro da Carina na minha estante (tenho uns quatro guardados nas caixas, junto com váaaaaaaarios outros, porque não tenho espaço para todos eles nas estantes e vivo mudando de casa)

Eu não tenho mais ideia do que estou fazendo aqui. Mentira. No último post tinha prometido que este post seria sobre a autoria astronauta, mas percebi que ainda não tinha me detido um pouco para olhar para a carreira da Carina Rissi e bem, ela é a curadora do Clube, então é mais do que esperado que eu saiba um pouco sobre suas publicações e, além disso, não posso falar sobre um aspecto autoral sem saber sobre a jornada da autora. Me detive mais sobre o começo de sua carreira, mas fiz uma pesquisa que me trouxe resultados interessantes. Então vamos lá.

Formada em jornalismo, Carina nasceu em Ariranha, uma cidade no interior de São Paulo, onde mora atualmente com o marido e a filha, e nunca imaginou que seria uma autora de sucesso. Tem o hábito da leitura desde criança e um amor incondicional por Jane Austen e suas obras. Com mais de dez obras publicadas, Carina já vendeu mais de 400 mil exemplares e teve seus livros publicados em Portugal, na Rússia, na Ucrânia e na Itália.

Pesquisando um pouco em entrevistas e posts de 2011 até 2013, lembrei que o primeiro livro da Carina, Perdida, surgiu de uma falta de energia elétrica - a autora estava esquentando um pedaço de lasanha no micro-ondas e a energia "acabou", sua mãe, então, lhe disse para colocar a comida em banho-maria, mas ela não fazia ideia do que era aquilo e passou a imaginar como seria se uma pessoa supermoderna fosse parar em um século sem modernidade alguma.

Imagem: captura de tela do site da Carina
Perdida conta a história da Sofia, uma garota que vive em uma metrópole e está habituada com a modernidade e as facilidades que isso lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor à menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará para casa. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda do prestativo Ian, Sofia embarca numa procura às cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam levá-la de volta. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...

A escrita da história levou cinco meses e seus primeiros capítulos foram escritos em um celular, durante os momentos em que Carina tinha oportunidade. Adriano Capela, seu marido, foi o primeiro a ler a história e a encorajar a autora a publicar. Eles fizeram publicação independente do livro com um ano de contrato com a editora Baraúna, assim, Perdida foi lançada em 2011.

O livro também foi disponibilizado em e-book e publicado na Alemanha, onde Carina conseguiu muitos leitores e reconhecimento. A obra ficou em quarto lugar da lista de mais vendidos da Alemanha em livros em língua Portuguesa e em primeiro lugar em relevância e popularidade nos Estados Unidos. Com essa atenção e divulgação dos blogueiros literários da época, a editora Verus (selo do Grupo Editorial Record), decidiu relançar Perdida (a republicação aconteceu em 2013) e fechou um contrato tradicional com a Carina, publicando também seu segundo livro, Procura-se um Marido, em 2012 - que também se tornou uma referência de case de sucesso.

Imagem: captura de tela do site da Carina
Quatro livros da autora tiveram seus direitos vendidos para adaptações: a adaptação de Perdida está em produção sob os cuidados do produtor e diretor Luca Amberg; a adaptação de Procura-se um Marido terá seu roteiro feito por Angélica Lopes; No Mundo da Luna será adaptada para uma série de TV com 3 temporadas (pretendidas); e Menina Veneno também está na lista para ir para a telona.

Notícias sobre as próximas obras da Carina dizem que seu novo livro, Amor sob encomenda, será lançado neste ano pela editora Verus (provavelmente perto da Bienal do Rio de Janeiro); a série Perdida será encerrada em seu sexto volume, que deve ser lançado em 2020, e terá três heroínas, contando com Sofia; No Mundo da Luna, Quando cai a noite cai e Mentira Perfeita devem ter sequências em algum momento do futuro, e uma nova história, com uma aeromoça como protagonista está em andamento e deve ser publicada em algum ponto do futuro, também.

Ainda gostaria de tecer algumas considerações sobre a carreira da Carina, mas farei isso num próximo post, porque já que atrasei duas vidas para postar, pelo menos agora tenho muito o que escrever por aqui.

Fontes das informações deste post:
Viaje na Leitura
Cabana do Leitor
Carina Rissi

You May Also Like

0 comentários

Muito obrigada por passar no Doki Doki! A sua visita é super importante para mim. Me conte, gostou de alguma coisa no post? Não gostou? Me ajude a produzir conteúdos cada vez melhores, a sua opinião é muito importante.