Ei, tem alguém por aí?

by - segunda-feira, junho 24, 2019

Então, parece que eu tirei férias do blog bem no ano em que completamos uma década. Mas a verdade é que este ano tem sido difícil. Dentre todas as coisas que não posso deixar de fazer, escrever no blog acabou ficando em segundo ou terceiro plano. A pressão do último ano do mestrado (que sempre é combinada com aquela pergunta de "o que você vai fazer depois?"), junto com várias coisas que está acontecendo na minha vida pessoal, também acabou minando minha vontade de escrever por aqui.


Aconteceu aos poucos, em um nível de cada vez abrangente - primeiro atrasei as resenhas, depois das indicações de dorama, depois os posts do Desneurando... até que não sobrou nenhum post em dia e nenhuma vontade de continuar postando. Mas isso não quer dizer que o blog irá fechar ou que irei desaparecer para sempre, só estou cansada (acho que essa é a palavra certa).

Há pouco mais de uma semana a Petit, minha gata de estimação, passou por uma operação para retirar dois tumores mamários. Passamos todo o mês anterior entre idas e vindas ao veterinário - no começo, todos pensávamos que era apenas uma tumorzinho líquido e com sua drenagem ficaria tudo bem, mas não foi bem assim. Foram semanas complicadas e assustadoras porque fiz o que todo mundo sabe que não deve ser feito: pesquisei no Google e encontrei vários casos que terminaram com situações tristes. Agora que ela está se recuperando consigo não sentir tanto medo em perdê-la (porque deu tudo certo, porque ela está tomando os remédios direitinho, porque ela está melhorando), mas me sinto exausta.

Sentir é exaustivo.

Outra coisa que tem me tirado o sono é continuar morando no condomínio onde estou. Por uma série de questões que não vale entrar em detalhes aqui (como a perseguição que certas pessoas fazem, a perturbação de sossego que não cessa e a negligência de tomada de providências das pessoas responsáveis), não consigo passar uma hora inteira em paz em casa. E procurar um apartamento novo não é fácil e um lugar melhor não aparece do nada.

Também preciso dar aulas boas de português no curso de português para estrangeiros, aulas que não sejam só a gramática pela gramática, mas que também não se limitem a conteúdos que os alunos não vejam o uso da língua. E, não posso esquecer, junto com as aulas vêm as atividades - que devem ser corrigidas e discutidas.

E, é claro, há a minha dissertação. Que, falando a verdade, acho que perdi o rumo. E é o que mais me deixa preocupada neste momento. Enquanto estou lendo mil e uma coisas, vários teóricos e vários livros e artigos que podem me ajudar a firmar minha pesquisa, não consigo escrever. Parece que tudo o que vai para a folha em branco do Word não vale a pena ser lido. Vou qualificar no final de agosto e meu relatório está menos do que impressionante neste momento. Tem dias que tudo o que quero fazer é ficar dormindo e esquecer do mundo, mas não posso.

Não tenho lido muitos livros só por ler e estou atrasada em todos os doramas que comecei a acompanhar. Não tenho certeza de quando isso vai melhorar, mas farei o possível para voltar de verdade em breve. 

You May Also Like

0 comentários

Muito obrigada por passar no Doki Doki! A sua visita é super importante para mim. Me conte, gostou de alguma coisa no post? Não gostou? Me ajude a produzir conteúdos cada vez melhores, a sua opinião é muito importante.