Sandy & Junior TAG Literária

by - quarta-feira, abril 17, 2019

Acho que nunca fiquei tão empolgada com uma tag literária como fiquei com essa inspirada nas músicas da dupla Sandy & Junior. Muitas pessoas que cresceram nos anos 1990 e início dos anos 2000 provavelmente sabem de cor várias músicas da dupla e o anúncio da turnê comemorativa dos 30 anos dos dois fez aquele encantamento voltar a efervescer.


Vi essa tag na blog da Malu, o Dicas de Malu, mas ela foi criada pela Thaís, do Pronome Interrogativo. As perguntas propostas relacionam livros com os CDs da dupla - e bateu aquela nostalgia maravilhosa enquanto respondia. Mas vamos ao que interessa.

Identidade – Personagem que é a sua cara (descreve quem você é)
Sempre acho difícil me descrever, mas Asha Tate, de Professor Feelgood, da Leisa Rayven, tem vários traços de personalidade que se encaixam bem comigo. Eu diria que tenho um pouco de Hermione (Harry Potter, J.K. Rowling), com sua vontade inabalável quando o assunto é estudos, e de Cath (Fangirl, Rainbow Rowell), com sua timidez e amor aos vários fandom e fanfics da vida. 

As quatro estações – Livro que fez você se apaixonar por um gênero
Eu nunca tinha lido nada de steampunk até ter Alma?, da Gail Carriger, nas minhas mãos. E este livro selou o acordo para mim. Sua trama é um primor e consegue misturar maravilhosamente bem ação e romance com boas doses de comicidade, além de trazer personagens tão singulares e cheios de possibilidades de desenvolvimento (não só no primeiro volume, mas em toda a série).

Era uma vez – Uma história de amor, de aventura e de magia
O primeiro livro em que pensei quando vi esta questão foi The Shadow Queen, de C.J. Redwine. Nesta nova versão do conto da Branca de Neve, amor, aventura e magia não faltam (não necessariamente nesta ordem, claro). Com uma trama marcada por perdas e amadurecimentos forçados, a história de Lorelai é um daqueles livros que se tornam impossíveis de serem esquecidos mesmo muito tempo depois de lidos.

Dig-dig-joy – Um livro que todo mundo deveria ler
Já perdi as contas de quantas vezes disse (ou escrevi) isso, mas Todos, Nenhum, Simplesmente Humano, do Jeff Garvin, é um livro que todo mundo deveria ler para valer. Sua história traz uma lição muito importante e as mensagens em cada um de seus capítulos nos fazem abrir os olhos para muitas questões envolvendo diversidade e preconceito.

Sonho azul – Um livro que brincou com as suas emoções
Em O Amante da Princesa, Larissa Siriani brincou e acabou com meu coração mais vezes do que gostaria de lembrar. Ainda assim, a história de Maria Amélia de Bragança é um dos melhores romances (incluindo de época, young-adult, chick-lit e todas as demais categorias) que já li e ainda me dói pensar que suas pouco mais de duzentas páginas passam tão rápido.


Para dançar com você – Um livro que te conquistou, te enfeitiçou
O primeiro volume da trilogia de Cate Tiernan, Amada Imortal, com certeza traz uma história que me conquistou completamente. Com uma personagem forte (ainda que ela não saiba disso neste volume) e sarcástica, a história traz tudo o que nos faz devorar um volume em pouco tempo - bom ritmo narrativo, cenas engraçadas e com ação, interesses românticos complexos.

Tô ligado em você – Foi muito bom encontrar esse livro
Nesta questão minha resposta não poderia ser outra que não Dumplin', da Julie Murphy. Com uma história extremamente importante e personagens tão queridos, este é um dos livros que me deixam extremamente feliz por ter tido a oportunidade de conhecer sua narrativa e me encantar pela forma como os temas abordados são tratados.

Sábado à noite – Um livro contagiante, que não dá para parar
O terceiro volume da trilogia Sábado à Noite, Com a mor e música, da Babi Dewet, é uma leitura super gostosinha e que não nos deixa desgrudar das páginas até o final. Os três livros da trilogia são assim, mas este terceiro, por ser o fechamento da história, é todo especial e cheio de surpresas.

Aniversário do Tatu – Um autor que é muito bom, mas esse livro não presta
Esta é, provavelmente, uma opinião não muito compartilhada, mas A Viagem do Tigre, da Colleen Houck, foi uma leitura difícil de se concluir. Em algum momento da trama de A maldição do tigre, peguei ranço da Kelsey e a amnésia do Ren neste volume só me deixou ainda mais desgostosa com a trama. Não funcionou e ainda diminuiu minha vontade em terminar a série (terminei, em algum momento e voltei a fazer as pazes com a escrita da Colleen).

Você é demais – Livro que é tudo para você
Essa é difícil. Acho que Balzac e a Costureirinha Chinesa, do Dai Sijie, se encaixa nesta categoria porque além de me marcar muito, como leitora, é o retrato dos acontecimentos de uma época que se não soubéssemos que é real, acharia impossível ter acontecido.

Sandy & Júnior – Uma história que você se lembra com muito carinho
Diga aos Lobos que Estou em Casa, de Carol Rifka Brunt, é uma das histórias mais sensíveis e fortes que já li. Guardo sua narrativa no meu coração e sempre volto no meu exemplar para reler algumas partes que me marcaram muito, então está é minha escolha para esta questão.

E então, quais seriam as suas respostas para essa tag?

Até breve! 

You May Also Like

1 comentários

  1. Tudo bem? Recentemente vi toda uma empolgação nas redes por conta de Sandy e Júnior, confesso que nunca fui fã dos irmãos. Claro que lembro de músicas dos mesmos, pois são as famosas músicas chicletes, mas nunca curti, ouvi, ou fui a shows. Sempre fui indiferente. Minhas primas (algumas) vibraram, com o show e amigas também.

    Vou responder algumas perguntas da tag.

    A tag é bacana.
    Eu também acho bem difícil definir quem sou (Identidade), algo que em geral, prefiro não fazer, pois definir, para mim, é limitar-se. Posso resumir, mas definir, não. É sei que pediu um personagem que seja a minha cara ou pareça comigo e no momento não me vem nenhum a cabeça, e sim vários. Então melhor não mencionar.


    Livro que me fez me apaixonar por um gênero, Harry Potter, sem dúvidas, antes, eram apenas os thrillers, depois meu mundo ficou mais colorido.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por passar no Doki Doki! A sua visita é super importante para mim. Me conte, gostou de alguma coisa no post? Não gostou? Me ajude a produzir conteúdos cada vez melhores, a sua opinião é muito importante.