Doki Livros | Kingdom Cold, Brittni Chenelle

by - domingo, março 31, 2019

Tive a oportunidade de ler Kingdom Cold para a #KingdomColdTour e, depois de ter terminado a leitura, estou muito feliz por ter embarcado nesta história - e na tour. Este é um daqueles casos em que a trama é uma grata surpresa.


Nesta narrativa acompanhamos a história da princesa Charlotte, uma adolescente que se vê forçada a um casamento arranjado com um príncipe, o responsável Young, para que seu reino tenha chances de prosperar. E é claro que para melhorar o cenário, temos o irmão de Young, Minseo, que fica balançado pela moça e uma guerra devastadora que não trará um futuro favorável para nenhum desses personagens.

Charlotte era uma personagem irritante no começo (mesmo com todo o drama do casamento arranjado, era difícil realmente gostar dela nos primeiros capítulos), mas seu desenvolvimento foi fantástico e com progressão no tempo certo - se ela começa como uma adolescente/princesa mimada e completamente impulsiva, ao ter seu reino invadido sua postura começa a mudar para uma versão mais centrada e forte. Ver seu crescimento me deixou orgulhosa por ela de uma forma engraçada, ainda assim, meu personagem preferido sempre será o príncipe Young.

Young possuía duas facetas - a séria e centrada e a esperançosa e sonhadora (que apareceu pouco) - e logo no começa da trama levou um baque ao conhecer sua noiva nada disposta. Sua personalidade leal e suas ações são os ingredientes perfeitos para um bom personagem. Fiquei surpresa (e feliz!) em ver o quanto ele estava encantado [e aberto] a noiva e as diferenças que havia entre seus reinos. Ele e Minseo são completamente opostos, suas personalidades são totalmente diferentes - o que é ótimo.

Minseo é um personagem ótimo. Sua natureza alegre e "despreocupada" exala de seus poros, mas não é só de grandes sorrisos que ele é feito. Há tanto para ver desse personagem que estou feliz em saber que há uma continuação [seu lançamento será em junho] com ele como personagem principal. É mais do que óbvio que ele e Young se amam e confiam cegamente um no outro e essa é uma das coisas mais bonitas nesta trama - o que me fez desejar por um minuto que seu ritmo fosse um pouco mais brando para termos mais tempo com eles.

O ritmo da trama não me deixou descansar até descobrir o que aconteceria no final, cada capítulo tinha alguma coisa que me fazia correr para o próximo e a quantidade de ação e as viradas da trama fizeram com que fosse difícil adivinhar o que aconteceria nas páginas seguintes, principalmente porque todos os relacionamentos aqui são complicados e me deixaram com o coração na mão. O que me leva a comentar que, por ser uma trama rápida, os sentimentos são fugazes e também mudam de forma rápida (e isso não significa que temos aquele instalove que tantos não gostam) e, com o par principal, [após a descoberta do sentimento] seu relacionamento começou a amadurecer e ficar sólido e profundo.

O que verdadeiramente me impressionou nesta história foi a forma como a autora conseguiu construir um mundo tão rico em termos de diversidade e temática e criar personagens capazes de crescer e ter relacionamentos profundos e reais. A trama é curta, mas possui muita ação, drama, mistério e romance, trata as dores da guerra e da perda de forma sensível e real, mostra o que é o amor verdadeiro e o quanto alguém é capaz de sacrificar por outra pessoa e termina deixando uma sensação boa. Seu público-alvo é juvenil, mas o enredo não é infantil, pelo contrário, é corajoso, substancial e mais real do que qualquer felizes para sempre.

Até breve! 

You May Also Like

9 comentários

  1. Não conhecia o livro, mas só o fato de ter achado a protagonista irritante e o desenvolvimento dela ter sido fantástico me anima muito. Assim como o ritmo da trama me é atrativo. Então quero conhecer esse mundo rico que mencionou e deixo a sugestão anotada, quero ler.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Não conhecia o livro nem a autora, gostei bastante da trama, sua resenha me envolveu que já quero saber como vai terminar. Parabéns pela resenha fiquei curiosa que já anotei o livro para leituras futuras, obrigado pela dica. Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar do livro, mas gostei de saber que a protagonista cresce tanto com as realidades da vida, da guerra. Fiquei um pouco preocupada com este casamento arranjado e não consegui perceber se ela e o príncipe se apaixonarão e ficarão juntos no final. Pelo que você contou, ele está apaixonado por ela, mas me pergunto como as coisas terminarão.

    Fico feliz em saber que os dois irmãos são tão unidos. Geralmente vemos irmãos como inimigos nas histórias e isso sempre me deixa triste. É bom saber que nesta história as coisas são diferentes.

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Confesso que ainda não conhecia o livro e nem a autora, mas fiquei bastante curiosa para ler. Parece ser o estilo de leitura que me agrada muito, com uma trama interessante e bem dinâmica. Além disso, gostei de saber que, apesar de Charlotte ser um tanto irritante no início, foi bem desenvolvida e amadureceu ao longo do livro.
    Adorei a resenha e vou anotar a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Ola!!

    Confesso para ti que nao conhecia esse livro, nem a autora. Entretanto, adorei a sua resenha. Não sou o tipo de pessoa que curte livros juvenis, mas gosto de obras sustanciais que envolvem diversas emoções!

    Dica mais que anotada.

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Vitória!!!
    Não minto que não conhecia a autora e nem o livro da mesmo. Eu não sei se é por conta do sono já, mas quando vi a capa me remeteu a coisas ocidentais.
    Gostei de saber que o ritmo da trama é boa e que não dar vontade de descansar enquanto está lendo o mesmo.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Achei bem interessante a premissa, fiquei encantada por ser uma trama com diversidade, diferente do que estamos acostumados como conto de fadas de príncipes e princesas. Vou procurar por ele para adquirir.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Oi, Vitória!
    Eu não conhecia esse livro nem a autora, mas a trama não me interessou. Não curto muito romances de época ou quando há um casamento arranjado, mesmo que naquela época fosse comum.
    Pelo que percebi, o livro foi lido em inglês e não sei se ele já foi publicado aqui no Brasil, mas isso já seria uma complicação...
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Lindeza, esse tipo de livro é extremamente importante! Nada melhor que uma obra onde tudo acontece rápido demais e não há tempo pra você achar a leitura arrastada ou lenta demais hahah. Não conhecia a trama e achei super interessante, obrigada pela resenha sincera!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por passar no Doki Doki! A sua visita é super importante para mim. Me conte, gostou de alguma coisa no post? Não gostou? Me ajude a produzir conteúdos cada vez melhores, a sua opinião é muito importante.