Doki Livros | Opostos, Jennifer L. Armentrout

Eu realmente não queria que este livro acabasse, mas aqui estamos nós. Percorremos uma longa jornada desde o primeiro volume da saga Lux e seu final foi digno de todas as aventuras e dores que seus personagens tiveram que enfrentar.


[atenção: esta resenha possui spoilers dos volumes anteriores da série]

Opostos começa pouco tempo depois da cena em que Originais (resenha aqui) parou. Estamos em uma zona de guerra, com a invasão alienígena e diversos ataques contra humanos -- são tempos difíceis. Mas não temos tempo para ficarmos ansiosos ou desesperados com a união de Daemon e companhia aos Luxen recém-chegados porque há uma sucessão de outros fatos [envolvendo o primeiro] que prendem nossa atenção e nos deixam literalmente na ponta da cadeira enquanto acompanhamos. Por razões óbvias não irei entrar em detalhes sobre a trama e seus desdobramentos, mas vou analisar alguns pontos que merecem ser mencionados. Vamos lá.

Neste último volume acompanhamos Katy tentando conviver com todas as perdas e dores que tanto sua mudança quanto a invasão alienígena causaram. Ela e Daemon passam toda a narrativa procurando formas de acabar com a invasão e salvar tanto humanos como Luxen -- e tempos desesperadores pedem medidas desesperadas, então muitas atitudes inesperadas acontecem (nada de spoiler sobre isso por aqui, no entanto). A questão do relacionamento dos dois não foi um fator de preocupação em grande parte da trama graças à Deus (temos um momento de tensão, mas não é duradouro) e isso é uma dos pontos que mais me deixa feliz nesta série: não há triângulo amoroso, não há traição, não há drama à toa, temos um casal extremamente apaixonado que faz tudo para garantir que ficarão juntos e vivos (incluindo seus amigos e família). É realmente bonito acompanhar como o amor entre eles se fortaleceu ao longo dos livros e culminou não só no casamento no volume anterior, mas na total entrega ao sentimento -- o que leva também aos vários episódios mais calientes entre eles.

Tive a impressão de que, neste volume, Katy foi a personagem que mais se fortaleceu. Cena após cena ela é testada e levado ao extremo. Ela sofre uma e outra vez, mas não tem possibilidade para viver esse sofrimento porque não há tempo para parar e nunca, em nenhum momento, deixa de ser aquela garota que conhecemos em Obsidiana. Isso não quer dizer que ela não tenha amadurecido, pelo contrário. Katy cresceu muito. E floresceu no meio do caos e envolta no amor de Daemon.

Falemos então sobre Daemon. É inegável seu amor por Katy -- e em praticamente todas as páginas somos lembrados disso -- e sua força vem desse amor. Ele também mudou desde o dia em que abriu a porta de sua casa para Katy, amadureceu, sofreu, descobriu e passou por coisas que nunca imaginou, mas sua lealdade e fidelidade a sua família nunca mudou. Nem sua personalidade -- e isso é um de seus charmes. Neste volume um ponto que devo ressaltar é sua quase amizade com Archer, os dois se cutucam, mas aprendem a confiar em suas ações. É sempre uma cena brilhante quando eles estão juntos -- aliás, é sempre uma cena interessante quando Daemon está no mesmo cômodo que outros personagens.

Interessante também é ver como os outros personagens lidam com tudo o que está acontecendo: Archer, ainda que centrado e pé no chão, também fica perturbado e preocupado com as implicações da invasão; Luc, sempre descolado e com a atitude "não-estou-ligando" também tem seus assuntos para lidar e é um dos personagens cuja ajuda é essencial em toda a ação; Dawson se mostra um personagem mais centrado do que eu esperava; Beth não aparece muito, mas é responsável por uma das surpresas que o final nos reservou e Dee, ah Dee, precisou lidar com várias coisas, mas se manteve forte. Este foi um livro que tanto trouxe de volta personagens que conhecemos nos volumes anteriores quanto encaixou novos e fechou ciclos e pontas soltas.


Muitas dúvidas foram respondidas, muitas cenas apertaram o coração, muitos diálogos fizeram brotar um sorriso nos meus lábios. Eu gostaria que essa história não acabasse (protelei e alonguei a leitura o máximo que consegui), mas seu final não me decepcionou, muito pelo contrário, seu último capítulo aqueceu meu coração e deixou várias possibilidades abertas.

Me deixa muito satisfeita ver quão consistente a Saga tem sido desde o seu início. Os personagens mudaram, é claro, e muita coisa acontece em suas vidas para que isso se justificasse, mas suas essências permaneceram -- em especial os três personagens principais: Daemon ainda é o mesmo homem/alien que flerta e faz gracinhas com a Katy; Dee ainda é a mulher/alien de bom coração; Katy ainda é uma lutadora, mesmo que agora em mais formas do que pudéssemos esperar. Parênteses: não estou considerando o Dawson como personagem principal porque ele não esteve desde o primeiro capítulo do primeiro volume, mas sua importância na história é óbvia e inquestionável.

Em Opostos, Armentrout conseguiu convergir (se não todas) a grande maioria das informações que foram acrescentadas ao longo da série em um único evento -- a invasão alienígena -- e juntar humanos, Luxen, Originais, Híbridos e Arum em um único quadro. À primeira vista parece uma bagunça pelo tanto de informações que precisamos relembrar e encaixar junto com Katy e Daemon conforme as cenas vão se passando, mas para o leitor é uma questão de voltar a se inserir no universo da história, uma vez que a forma como as descobertas foram elencadas também ajuda a firmar uma linha de raciocínio que faz sentido.

Este volume, para mim, não teve falhas. Conseguiu concluir a história de forma inteligente e eficiente, teve de emoção, drama e ação na medida certa. Aqueceu o coração, fez brotar lágrimas nos meus olhos e querer estapear alguns personagens. Conseguiu sintetizar todo o sentimento da série em pouco menos de quatrocentas páginas e me deixar com gosto de "quero mais". No momento, para continuar minha vida, preciso dos extras, de Shadows e dos pontos de vista de Daemon de Obsidiana, Ônix e Opala -- oie, editora Valentina 😇👽. Mas continuemos. Resumindo: se você ainda não começou a ler está série, vá ler.

Dados do livro:
Opostos, Jennifer L. Armentrout, 344 páginas, Valentina
Katy sabe que o mundo mudou desde a noite da chegada dos Luxen. Ela não consegue acreditar que Daemon tenha se juntado à sua própria raça ou que vá ficar de braços cruzados enquanto esses novos Luxen tentam varrer todos os seres humanos e híbridos da face da Terra. No entanto, as linhas entre o bem e o mal não são mais tão nítidas, e o amor se tornou uma emoção que poderá destruí-la — na verdade, destruir a todos. Daemon fará o que for preciso para proteger aqueles que ama, mesmo que para isso. Eles terão que se aliar a um inimigo improvável se quiserem ter qualquer chance de resistir à invasão. Mas à medida que se torna cada vez mais difícil distinguir entre aliados e adversários, e com o mundo prestes a desmoronar, eles talvez tenham que abrir mão de tudo que lhes é mais precioso para garantir a sobrevivência de seus amigos. E da humanidade. A Terra está em guerra e, qualquer que seja o resultado, o futuro jamais será o mesmo para aqueles que conseguirem sobreviver.

* Você pode garantir o seu exemplar e ajudar o blog a continuar crescendo, comprando no link abaixo:


Até breve! 

22 comentários

  1. Oi tudo bem? Estava protelando para ler seu post pois estou acabando de ler Originais, mas você não deu spoilers, graças a Deus kkk, mas já vou dizendo amei essa saga desde o começo e com a sua resenha agora estou vendo que no final vou ter fortes emoções, preciso terminar logo e começar Opostos, parabéns pelo post, bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah tento manter as resenhas sem spoiler :) mas sim, essa saga foi só amor desde o começo!

      Excluir
  2. Olá!
    Eu não acompanhei a série, então acabei ficando um pouco perdida nos acontecimentos, mas imagino que todo final de série que gostamos é um coração partido e saudade que fica. rsrs
    E que bom que foi um final satisfatório sem falhas e pontas soltas. Ainda quero me aventurar nessa série, pelo menos já tenho boas indicações.
    bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, os finais sempre deixam aquela saudade gostosa no coração :3 tomara que você leia Lux em algum momento :)

      Excluir
  3. Olá

    Não conhecia essa saga, mas pela sua resenha me pareceu muito boa. Que bom o livro te agradou, me pareceu ser uma trama muito bem consistente e bem escrita. Espero poder ler um dia, sua resenha está ótima

    ResponderExcluir
  4. Oie!Tudo bem?

    Eu não conhecia essa série, eu sempre fico surpresa quando me deparo com séries com vários livros que eu nunca tinha ouvido falar, não que eu precise conhecer tudo, mas como sempre to vendo coisas sobre livros, é interessante mesmo assim. Pelo seu texto, essa parece uma leitura muito divertida, dessas que desperta todo o tipo de sentimentos nas pessoas. Vou ´pesquisar mais sobre, mas confesso que pra entrar em série com tanto livro pra ler /o\
    Adorei o texto, deu pra ter a sensação do quanto esta série significou pra você.

    Bjus, Mirian.

    https://castelodoimaginario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha dá um desespero começar a ler uma série grande mesmo, mas essa vale a pena! :D

      Excluir
  5. Olá, Vitória!

    Confesso que fiquei bem perdida na resenha porque não li nenhum dos livros anteriores. É uma série da qual já ouvi falar, mas que não me interessou. Talvez porque não sou fã de fantasia nem de livros de ficção científica. Essa quantidade de seres fantásticos e o universo do livro não me instigam, infelizmente. Mas fico feliz por você ter gostado tanto! Por ser uma leitura querida! :)

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Olá, que bom saber que esse volume conseguiu ser uma boa sequência para a série. Interessante não ser um casal com tantos dramas, mas que cresce no decorrer dos livros sem perder a essência. Amei conferir suas considerações sobre Opostos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, um casal sem muitos dramas é tudo o que eu peço quando começo a ler haha

      Excluir
  7. Eu morro de vontade de ler essa série, só vejo comentários positivos sobre ela e a autora de fato me parece trabalhar muito bem todos os elementos destacados, ne? Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ela trabalha muito bem com tudo o que leva pra trama! Tomara que você possa ler em breve! :D

      Excluir
  8. Olá!
    Eu amo essa série e confesso que dei uma pulada em alguns de seus comentários pois estou morrendo de curiosidade para ver o desfecho da história de Katy e Daemon.
    O último livro me deixou muito apreensiva e parece que o final ficou eletrizante.
    Sem dúvidas uma série que deixará saudades.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa sim, o final de Originais me deixou com o coração na mão, mas Opostos compensa a ansiedade, de verdade!

      Excluir
  9. Conheço essa séria por causa de resenhas que li sobre ela, mas eu mesma jamais li um livro sequer dela. Adoro séries, mas ando dando um bom tempo delas. Gostei de saber que a série teve um fim merecido, porque vamos combinar né, tem série que termina que dá raiva por ter tido o fim que teve. Que ótimo que o fim dessa valeu a pena!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes a gente precisa dar um tempo nas séries mesmo, eu sempre tento me segurar um pouco com a quantidade de série que acompanho :)

      Excluir
  10. Olá!
    Eu lembro que a primeira vez que vi sobre essa série, uma menina estava lendo, se não me engano, exatamente esse volume no metrô. Eu fiquei curiosa, guardei o nome da minha cabeça e quando cheguei no trabalho fui pesquisar... fiquei encantada com a história e coloquei na minha lista na mesma hora o primeiro livro, só que até hoje não tive a oportunidade de comprar o primeiro volume para ler. Ainda bem que a série terminou bem. Novamente estou morrendo de vontade de ler essa série. Vou ter que dar uma resgatada nele na minha lista haha

    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    li obsidiana no inicio desse mês e fiquei bem satisfeita com o que encontrei em minha primeira experiência com uma história de alienígena. Além disso a narrativa dinâmica e frenética me fez devorar o livro em pouquíssimo tempo. Então eu pretendo continuar lendo as histórias dessa série em um futuro próximo e saber que o desfecho se da de forma satisfatória me anima ainda mais em fazer essas leituras logo.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  12. É muito animador saber que uma saga é concluída assim, deixando seus leitores satisfeitos. Eu não consegui me interessar por ela desde o primeiro livor porque achei um pouco bizarro demais pra mim, esse lance de alienígenas e humanos e paixões e bla bla bla... rs Mas saber que ela termina de forma excelente, justifica o amor que os fãs tem por ela.
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu já vi alguns comentários sobre essa série, mas eu confesso que não tenho muita curiosidade com a premissa, sabe? Sem contar que sempre fujo de séries, prefiro livros únicos. Mas fico feliz em ver que a saga foi consistente desde o início e que o último livro concluiu bem a história.

    Beijos :*

    ResponderExcluir

Muito obrigada por passar no Doki Doki! A sua visita é super importante para mim. Me conte, gostou de alguma coisa no post? Não gostou? Me ajude a produzir conteúdos cada vez melhores, a sua opinião é muito importante.

My Instagram