segunda-feira, setembro 10, 2018

3 motivos para assistir (e 1 para não assistir) Sierra Burgess é uma Loser


Quando Para Todos os Garotos que já Amei saiu na Netflix eu escolhi não postar sobre a adaptação porque havia posts demais sobre o quão bom o filme ficou e eu não queria ser simplesmente mais uma pessoa repetindo o mesmo discurso -- porque, sendo bem sincera, o filme foi tudo isso mesmo e pronto. Com Sierra Burgess é uma Loser é uma situação diferente -- mas isso não quer dizer que não estou vendo dezenas de posts falando quão bom ou ruim o filme é. Por ainda ter sentimentos conflitantes sobre o roteiro desse filme (principalmente com algumas cenas específicas), achei que escrever este post valia a pena. Então cá estamos nós.


Eu poderia simplesmente fazer uma lista gigante com prós e contras do filme e deixar para você decidir sem mais nenhuma interferência, mas não consigo porque acho que assistir ao filme é muito válido para abrir uma série de reflexões. Então vou reunir três itens falando porque você deveria assistir e um sobre porque não assistir -- para ser justa comigo mesma. Prometo tentar escrever de uma forma que o meu raciocínio faça sentido fora da minha cabeça -- e que você entenda. Comecemos com os motivos para assistir.

1. Referências literárias


Você simplesmente não pode criar um personagem escritor (super famoso e bem-sucedido) que joga referências literárias para sua filha e esperar que eu, logo eu, uma estudante de literatura, não vá perceber e ficar encantada com esse movimento de leitura entre os dois. Adoro quando filmes ficam esfregando na nossa cara como os hábitos de leitura dos pais podem influenciar os filhos. E aqui é muito interessante como as citações que o pai de Sierra fala para ela adivinhar o autor combinam perfeitamente com os momentos em que aparecem e com o que está acontecendo com o filme. Literatura for the win! 😊

2. Body image


São poucos os filmes com uma protagonista plus size que não tenta mudar seu corpo por causa do interesse romântico ou que o interesse romântico goste dela "apesar" de seu corpo. O roteiro conseguiu lidar com as inseguranças que uma garota plus size precisa lidar, mas também conseguiu não deixar que isso ficasse atrelado a adjetivos ruins ou com os "apesar de" que estamos acostumados a assistir e ler. E me deixe falar uma coisa, todos nós ficamos super empolgadas com a fofurice do Noah Centineo, mas Shannon Purser é uma atriz e tanto! Ela é versátil e simplesmente maravilhosa em todas as cenas -- e em todos os trabalhos que vi dela até agora.

3. "A vida de ninguém é perfeita"


Todos os personagens são mais do que a aparência -- e isso é muito legal! Veronica (Kristine Froseth com atuação ótima e personagem cativante [e que todos podemos nos relacionar em algum nível]), que começa como antagonista mas se torna amiga de Sierra, também tem seus próprios problemas, típicos da idade e de ser humana. Jamey também tem sua vida, que não é perfeita. Dan (RJ Cyler com atuação no ponto e dono de praticamente todas as melhores cenas), o melhor amigo de Sierra, apesar de ser mostrado um pouco mais superficialmente, também tem suas preocupações com a faculdade e o futuro.

Bônus. Jamey, trilha sonora, amizade sem o "sinto vergonha de sair com você em público"
(é, eu roubei aqui no bônus, mas os dois outros pontos são autoexplicativos, então só vou me estender no quesito "Jamey")


Eu não poderia deixar de falar do Jamey -- o Noah estava no ponto perfeito de atuação mais uma vez (e está ficando difícil não ficar apaixonada por cada papel que ele faz). Nosso interesse amoroso é doce em todos os momentos, não sofre nenhuma mudança drástica de personalidade, não é um babaca depois que descobre com quem estava conversando. Ele é só perfeitinho mesmo. E que alívio que temos um personagem assim -- porque simplesmente estou cansada dos caras reais babacas e um pouco de perfeição à distância faz bem.

Agora o motivo para não assistir: Vingança entre amigas.


Eu não deveria chamar isso de vingança, mas é a única palavra que consigo pensar agora -- e nem vou entrar na questão do catfishing (o golpe onde uma pessoa cria outra identidade virtual e engana outras pessoas emocionalmente) que é completamente errada (e spoiler, crianças, se você mentir para alguém e fingir ser quem não é, não terminará namorando o Noah Centineo). Nós estamos acostumados a ver as antagonistas fazerem coisas erradas com a mocinha geralmente por inveja, raiva ou desdém, mas quando a mocinha faz uma coisa para deliberadamente machucar outra pessoa (no caso, quem foi sua antagonista por um curto período de tempo)... isso está muito errado. E me dizer que "ela é humana, estava com raiva" etc. etc. etc. não me faz mudar de ideia. Só não faz sentido mesmo.


No geral [e apesar dos pesares] Sierra Burgess é uma Loser é um filme bom de se assistir. Fornece entretenimento por quase duas horas, nos mostra o Noah sem camisa pelo menos duas vezes, traz uma personagem na maior parte do tempo confiante e um desfecho esperado e bonitinho. Aqui nós temos uma amizade que floresce entre "os dois polos opostos" da "escala social escolar", temos a representação muito real da pressão para ingressar numa faculdade e o quanto esse processo (americano) de escolha e ser escolhido é desgastante e faz os jovens se sentirem sem valor, temos um mocinho honesto e temos personagens bastante críveis. É uma boa mistura. E é um filme que vale ser assistido.

Até breve! 
segunda-feira, setembro 10, 2018 / by / 11 Comments

11 comentários:

  1. Oi Vitória! Seu post sobre esse filme é o primeiro que eu vejo e leio pelo menos um motivo falando e explicando uma razão, ou um ponto não tão legal no filme! concordo com o que você disse no começo da resenha, sobre o Para todos os garotos, li tantas resenhas falando sobre ele, que até desisti, por enquanto, porque fiquei empanturrada com tantas opiniões sobre o filme. Já esse, eu quero muito ver, porque me identifiquei mais com a história! E sabendo dessas qualidades, as referências literárias, que quem gosta de ler adora ver em qualquer lugar, e a maneira como eles colocaram a protagonista de uma maneira real, sem ter que entrar nos padrões pra ser feliz, ou conquistar um garoto.. Obrigada de verdade por suas impressões!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Já vi várias pessoas criticando algumas atitudes da personagem. Ainda não assisti o filme, mas talvez eu assista já que tem alguns pontos positivos :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Heiii, tudo bem?!!
    Ahhh, primeira resenha que leio sobre o filme e animei demais a conhecer melhor.
    Eu gostei dos motivos que pontuou para poder assistir, acho que tem tudo a ver com o momento que estamos vivendo de se aceitar mais e gostar mais da gente como somos mesmo.
    E o empoderamento da protagonista de nao querer ser magra pra ser feliz.
    Vou assistir com certeza!
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Eu amei o filme, mas essa questão da vingança me incomodou também, achei meio sem sentido sabe, entendo que ela estava magoada e tals, porém faltou confiança na amiga, que por sinal estava fazendo muito por ela. Enfim, vale a pena assistir! E, impossível não amar o Noah, ele está arrasando e não só nos filmes, meu novo passatempo favorito é assistir as entrevistas que ele da hahaha.

    Beijos,
    https://oculoselivrosblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. eu não gostei muito do filme, apesar da mensagem que o filme quis passar na questão da body image que você citou ter sido bacana. mas não gostei do jeito que terminou, foi muito apressado e ela mal pediu desculpa pra Veronica e teve um "final feliz", achei bem errado depois de tudo que ela fez. mas enfim. seu post ficou ótimo!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  6. Oi, Vitória! :D
    Adorei o post! Sou meio desligada dos filmes às vezes, então nunca tinha ouvido falar sobre esse ainda, mas gostei muito da premissa. Tenho uma amiga com quem sempre comento sobre a falta de representatividade plus size em filmes e séries. Acho que trazer uma personagem com esse tipo físico para o papel de protagonismo e abordar essa questão de forma coerente é um ponto super positivo que já me faz querer muito ver, apesar do ponto negativo do filme também citado por você. Gostei muito do post! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Vitória!

    Fiquei na dúvida, mas acho que não assistirei.rsrs

    Já ouvi falar muito de Para Todos os Garotos que já Amei, tanto que decidi que lerei a trilogia antes de apostar no filme.rsrs Todavia nunca tinha ouvido falar desse filme. Nem uma vez sequer. Se não fosse por você nem saberia da existência dele.

    Dos pontos positivos que você ressaltou as referências literárias são o que mais me instigam.kkkkkkk... O que é óbvio, pois sou apaixonada por livros e tudo o que diz respeito a esse universo. Se eu decidir ver o filme em algum momento será por causa disso.

    Agora o ponto negativo: realmente algo assim não é aceitável. E não sei como me sentiria lendo essa cena. É provável que eu ficasse bem furiosa e massacrasse o filme depois disso. :(

    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi.

    Eu vi esse filme logo quando saiu na Netflix. Assisti com a minha irmã e nós duas gostamos muito. Eu gostei de toda a história, das referências que você apontou, da protagonista... Achei o filme muito fofo. No caso do ponto negativo, achei a atitude da Sierra bem precipitada, acho que ela deveria ter ido em busca da verdade. Eu também não gostei muito dessa parte no filme.

    ResponderExcluir
  9. Eu achei um filme ok, sabe? Com alguns errinhos meio chatos que me incomodaram, como reforçar esteriótipos, ou dar a entender que apesar de não ser tãããão padrao assim, o cara ficaria com ela, sem contar que a própria Sierra me pareceu mimada em algumas partes, ainda assim, é um bom filme para ver no final de semana, e a trilha sonora é ótima.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu amei o filme, completamente! Os personagens são incríveis e é impossível não se apaixonar. Porém, eu não tinha me atentado para algumas questões, até ler uma crítica bem pesada sobre o filme. Não concordo com muita coisa que a menina disse, mas outra como a vingança que você citou ou o fato dela ter enganado o garoto foi algo que vale a pena ser discutido, mas acho que eles quiseram retratar a adolescência e ao meu ver fizeram muito bem. Vale a pena assistir.

    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  11. vi o anuncio desse filme esses dias pela netflix, mas confesso que não me senti empolgada pra assistir... mas pela temática, posso até tentar encaixar nas aulas, acredito que a temática seja importante pra ser discutida com adolescentes...

    curti a referência a MS logo no inicio do post hehehe
    abração...

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)