segunda-feira, agosto 20, 2018

Sobre os dois finais de semana da 25ª Bienal do Livro de SP

Ainda não me recuperei completamente do furação Bienal 2018, mas chegou a hora de fazer aquele resumão de sempre de tudo o que pude acompanhar neste ano -- e olha, esta edição foi maravilhosa e cheia de surpresas para mim. Neste ano saí do meu feudo estive presente nos dois finais de semana de feira e consegui ver autoras super queridas, conhecer novas autoras, comprar livros, conhecer blogueiras novas e participar de dois eventos "paralelos" mais do que maravilhosos.


Nesta edição pude conhecer vários blogueiros super divertidos, rever amigos (como a Ivi e a Amy), passar horas nas filas, tirar fotos divertidas, comprar livros que não estavam na minha lista e conversar com vários autores nacionais maravilhosos, como a Lola Salgado, a Clara Savelli a Babi Dewet e a Érica Imenes (a Larissa Siriani eu quase encontrei, mas nossa sina é fadada aos desencontros, aparentemente). Na semana passada escrevi um post no Up!Brasil falando de detalhes mais gerais, como os estandes e a programação cultural da feira (e você pode ler clicando aqui), por isso neste post falarei mais das minhas impressões pessoais.


Para mim esta edição estava bem mais movimentada que a anterior. Havia mais público, havia mais programação, havia mais movimento. E havia aqueles totens maravilhosos para carregar o celular (porque mesmo sem sinal, nós precisamos tirar fotos, certo?). Me deixa extremamente feliz ver que estandes focados em literatura nacional, como o da editora Rico/Eu Leio Brasil, estiveram lotados em todos os momentos que estive no pavilhão, porque ali estão os autores que estão lutando para abrir seu caminho no meio literário -- que é bem difícil gente. Também me deixa muito feliz ver os estandes das grandes editoras levando cada vez mais pessoas a gostarem de ler. E me deixa encantada observar as crianças escolhendo livros, sentando nos espaços da feira para folhear e ler, degustar as palavras e ilustrações -- ocupando, realmente, o espaço do pavilhão.

Enquanto estava na fila do banheiro, no último final de semana da feira, conversei com uma senhora e uma de suas frases ficou marcada na minha memória: "a Bienal não é só livro, não é só comprar livro, é muita cultura e arte também". E enquanto eu considero a literatura como cultura e arte (porque, veja bem, eu estudo literatura), não posso deixar de concordar com ela, pois a Bienal não é só um apanhado de estandes que vendem livros (como uma grande loja), a Bienal é um espaço para conhecermos coisas novas, para descobrirmos novas culturas (como a de Sharjah, convidado de honra desta edição), para termos oportunidade de participarmos de debates e bate papos com pessoas especialistas naquilo que estão falando, para assistirmos apresentações de cordel e repente, para participarmos do cozinhando com palavras, para conversarmos com autores que gostamos -- e pegarmos autógrafos --, para nos perdermos na imensidão de seus corredores e descobrirmos novas editoras com títulos incríveis.

Ir à uma Bienal é mais do que um passeio, é uma experiência -- mas apenas se você estiver aberto a vivenciá-la.


Eu acho que é justamente por isso que gosto tanto desse evento. Sentir a energia que uma Bienal traz é algo que não se pode descrever -- é algo feito para sentir.

E já que estou falando sobre sentir, não posso deixar de comentar que os dois encontros que blogueiros que participei [porque, para quem não se lembra, também faço parte do Up!Brasil há pelo menos oito anos], um da editora Arqueiro e um da editora Rocco, foram simplesmente ótimos e me fizeram sentir aquela empolgação gostosa em ser blogueira [que estava presente 24/7 na minha vida há alguns anos e que hoje vai e volta]. É sempre muito bom encontrar novos blogueiros e trocar figurinhas e marcadores -- porque sejamos sinceros, todos amam um marcador. E, obviamente, é sempre muito divertido e empolgante conhecer autores internacionais -- eles são sempre tão carinhosos e gentis que colocar o inglês para jogo é o mínimo que podemos fazer.

Então, em resumo, nesta edição comprei alguns livros, tirei muitas fotos, tive momentos incríveis e conversei com pessoas ótimas. Realmente foi, como dizem, 10/10.


Depois dessa Bienal decidi que vou me dedicar ainda mais ao blog e ao Up! para retribuir todo o carinho que recebi nesses dias. Você não tem noção de como isso me deixou com o coração quente por descobrir que tanta gente acompanha o nosso trabalho e que nos valorizam.

Depois de sofrer com os editores de vídeo da vida, consegui postar, nas redes sociais do Up!, os vídeos dos encontros com A.J. Finn (no encontro de blogueiros da Arqueiro) e Marissa Meyer (no Chá da Tarde da Rocco), confira alguns abaixo.





PS: Restaram poucos marcadores do blog, mas se você quiser um [ou dois], me mande uma mensagem que podemos combinar de eu te enviar :)

Até breve! 
segunda-feira, agosto 20, 2018 / by / 21 Comments

21 comentários:

  1. Essa Bienal foi maravilhosa para mim também. E adorei a filosofada com a mulher na fila do banheiro, super concordo! Adorei te ver lá no Chá da Tarde e espero te encontrar muitas outras vezes nesse nosso universo literário :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adorei te ver lá no Chá, Monique! Vou sair mais vezes do meu feudo pra gente continuar se encontrando nesses eventos haha

      Excluir
  2. Aaaahhhhhh, toda vez que eu vejo esses posts sobre a Bienal tenho um negócio.. Queria tanto poder ir! Pra nós que amamos livros, e literatura, é o paraíso na terra! A senhora disse uma coisa muito certa, não é só livro, é arte e cultura sim! Ver tantas pessoas de lugares diferentes, conhecer tantas coisas diferentes.. Poder estar perto de autores que admiramos.. PARAÍSO! Fico feliz por cada um que pode realizar este sonho maravilhoso!


    Bjoxx ~ http://www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente não deu para eu ir na Bienal desse ano, mas na próxima edição pretendo estar presente. Esse evento é maravilhoso, adoro.

    ResponderExcluir
  4. Oi Vitória!
    Eu nunca fui a uma grande bienal, só a do meu estado mesmo. Mas de fato é um lugar muito mais do que ver livros, comprar livros, mas sim é um local recheado de cultura. É muito bom visualizar tudo isso na daqui que é pequena, imagine uma enorme que é a de SP (e a do RJ).
    E que encontros legais ein? Queria ter ido pro encontro da arqueiro, gente, que homem... é.. que autor XD
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie amore,

    Ai fui na Bienal de última hora... mas valeu a pena viu!
    Jurhooo que não vi essa parede com as frases... uma pena.
    Quanta coisa boa por lá né menina!
    A Bienal pra mim também serviu de start pra dar mais valor ao meu blog!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi!

    Que post delicia! Esse ano eu infelizmente não pude comparecer, mas fiquei babando nas fotos do pessoal. Eu, apesar de não ter ido, achei a programação bem melhor. E que bom que finalmente colocaram totens para carregar celular né? Haha. Quem sabe ano que vem a gente não se encontra?

    beijos! <3

    ResponderExcluir
  7. Não sabia que você participava da Up, que bacana! Essa euforia de ser blogueira sempre vai e volta comigo, é muito real e super te entendo. Esse ano foi a minha primeira bienal e amei demais, foi uma experiência incrível e agora quero todo ano!

    ResponderExcluir
  8. Oiiii,

    Que legal suas impressões!! Deu para sentir um pouquinho do que foi estar lá! Fiquei com uma invejinha das autoras que você conheceu rs e da participação no evento como um todo. Queria muito ter ido e adorei que você compartilhou um pouco da sua experiência com a gente, é bom para quem não pode ir saber como as coisas foram.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Vitória!
    Novamente fui na Bienal de SP e como sempre, saio de lá extremamente feliz por ter ido e encontrado tantos autores nacionais, além dos vários livros que comprei.
    Não há nenhum evento parecido com a Bienal e apesar de sempre voltar morta de cansaço, rsrs, vale muito a pena.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse foi o primeiro ano que visitei a Bienal e foi uma experiência fantástica e assustadora ao mesmo tempo, ainda não sei se quero participar de algo assim de novo rsrs. Mas que bom que você pode conhecer blogueiros divertidos e conversar com autores nacionais. Agora eu tenho que dizer, depois da Bienal também decidi me dedicar ainda mais ao meu cantinho.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu amo a Bienal. Esse ano não pude ir pra Sampa, mas como sou do RJ me conforta que ano que vem teremos por aqui.
    É sempre uma experiência fantástica, encontramos tantas pessoas, autores, nos perdemos em meio aos eventos e estandes. Um verdadeiro parque de diversões para nós.
    Adorei seus registros!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  12. Oiii tudo bem??

    Não fui a bienal esse ano, muito triste.
    Mas adorei conferir como foi seu passeio, deu uma invejinha tão boa.
    Adorei ver os livros que comprou e as experiencias que viveu, sempre otimas ne.
    Adorei o post.
    Bjus RAfa

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    Eu (Yvens) nunca fui em Bienal do livro, esse ano que nos representou na Bienal de SP foi o amigo e colaborador Jeffa Koontz e ele adorou a experiência, sentiu-se em um mundo de livros. Adorei a sua publicação e parabéns pela participação!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Eu fui na Bienal pela primeira vez esse ano e adorei. Fiquei só um final de semana, mas foi uma experiência incrível e muito enriquecedora. Mesmo tendo ficado pouco lá, concordo com muitas coisas que você falou. Uma das coisas que mais chamou minha atenção foi ver quantas famílias estavam lá, levando os filhos, pois é bom saber que uma nova geração de leitores está sendo formada.
    Adorei o post e fiquei até com saudade da Bienal.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Vitória

    Eu amo a Bienal! Nunca fui na de SP, frequento a daqui do RJ, mas realmente é uma experiência como nenhuma outra. Milhares de pessoas que compartilham da nossa mesma paixão reunidas em um só lugar, é fantástico!
    Mesmo sem ter ido eu acompanhei o evento pelas redes sociais, queria muito ter conseguido ir.
    E não me conformo que o AJ Finn veio e eu não o vi... fiquei bem chateada! hahahahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Vi, tudo bem?
    Ah menina se tem uma coisa que eu amo nessa vida é a bienal. Eu amo estar lá, viver e curtir aquilo, por isso, os dias que eu pude, eu fui e aproveitei. Amei as suas palavras, as suas fotos, os seus videos e principalmente as suas aquisições. Incriveis!
    Pretendo ir para o Rio ano que vem, vamos ver se consigo!

    beijos

    ResponderExcluir
  17. Foi muito legal saber que o evento foi excelente aos seus olhos. Como não pude comparecer nessa edição adoro quando me deparo com posts como o seu . É uma ótima maneira de saber o que rolou. Bexus @prefirolercomcalma

    ResponderExcluir
  18. Foi top né??? Gente, já estou cheia de saudade e contando os dias para a próxima, porque realmente é o evento mais legal do mundo literário e faz a gente se sentir normal... rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bom?

    A Bienal estava incrível, né? Eu amei! Agora que eu parei para pensar que realmente é um evento que envolve arte e cultura. Eu vou não só para comprar livros (até pq eu poderia fazer isso no conforto do meu lar pelo computador), mas para conhecer novas obras, conhecer as pessoas que as fazem, conhecer outros blogueiros, leitores e rever amigos (que só posso rever nessa época, já que eles estão espalhados pelo Brasil). Estar próximo de pessoas que tem a mesma paixão que a sua é acolhedor, certo?
    Eu só não participei dos eventos de blogueiros, infelizmente não sou parceira e não fiquei sabendo sobre eles. Acredito que iria amar, só pelos vídeos que você postou. E ver o A. J. Finn e a Marissa Meyer de pertinho me deu invejinha <3

    Enfim, adorei a postagem e de conhecer a sua experiência por lá, gostaria de ter lhe visto pessoalmente :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Olá
    que relato mais apaixonante. Sou louca para ter a oportunidade de desfrutar da experiência de uma bienal. Concordo com o que a senhorinha, um evento como este vai muito além de comprar livros, tem muita coisa envolvida e o fato de te deixar mais próximo de outros leitores, autores, blogueiros, editores e todo mundo que está envolvido nesse nosso universo literário é uma das principais delas. Acompanhei tudo pela redes sociais e também cheguei a conclusão de que este ano os autores e as obras nacionais brilharam com força.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)