Doki Livros | Lado A e Lado B, César Costa

São poucos os livros que posso dizer com segurança que me surpreenderam completamente durante a leitura e Lado A e Lado B ganhou seu espaço nessa lista restrita. A narrativa segue uma aparente história de amor [com vários problemas, diga-se de passagem] e as desventuras que o mocinho encontra pelo caminho, mas num momento que o leitor não espera, a história dá uma guinada completa e te deixa estarrecido com a engenhosidade do autor.


Recebi o livro de César Costa em parceira com a editora Verlidelas no meio da minha mudança de apartamento [uma mudança que acabou virando duas mudanças e demorou mais do que o planejado, mas isso é história para outra hora], então minha leitura foi feita em pedaços e momentos diferentes, o que me fez demorar mais do que o comum em livros curtos como este, mas não prejudicou no entendimento dos acontecimentos e da forma como a trama foi encaixada.

Costa dividiu seu livro em duas partes -- o Lado A e o Lado B. No primeiro lado acompanhamos a história de amor [trágica] entre Roberto e Jennifer. Repleto de detalhes e diálogos típicos dos romances que começam entre jovens e seguem até a idade adulta, somos inclinados a ficar "do lado" de Roberto durante grande parte da narrativa -- uma vez que Jennifer, conforme ele nos conta, vai para longe, o "abandona" e faz da relação deles um ir e vir irritante que culmina em um noivado entre a mocinha e um outro rapaz e uma sucessão de ações quase obsessivas de Roberto [mas no final, como esperado, o casal original fica junto antes de recebe a tacada do destino que pode mudar a direção da vida dos personagens].

Entretanto, já aprendemos com Machado de Assis que não devemos confiar completamente em narradores -- e aqui temos mais uma prova disso. Quando o Lado A termina, descobrimos novos detalhes no Lado B que fazem toda a diferença na maneira como enxergamos a história. E este é o trunfo deste livro. Sua história de amor não traz nada de novo, mas a forma como cada acontecimento foi orquestrado é o que o torna uma leitura única, quando chegamos ao Lado B percebemos que deixamos uma série de detalhes passar despercebidos e que a influência da visão de Roberto na narrativa faz com que sejamos enganados desde o começo.


Como não deixarei nenhum spoiler escapar, finalizarei esta resenha falando sobre dois pontos importantes num livro: seus personagens e seu ritmo de narrativa. Sobre o ritmo devo comentar que o livro começa de forma bastante calma, quase devagar, mas que ganha corpo de acordo com o crescimento dos personagens, o que faz com que o ritmo da leitura siga o mesmo caminho -- no começo mais devagar. Quanto aos personagens, sua construção foi adequada para o objetivo do livro (que é te surpreender) -- e conseguem te cativar e quebrar seu coração em um piscar de olhos.

Um romance que se transforma gradualmente em uma história completamente diferente -- e sem que você realmente perceba porque está muito envolvido com o romance --, estas são as linhas gerais desse livro tão singular e de leitura mais que válida.

PS: Não posso deixar de comentar sobre os detalhes da diagramação -- há detalhes nos inícios de cada capítulo que só fazem sentido num certo momento da trama.

PS²: Para saber mais sobre o livro, acesse o site da editora (clique aqui) e o site do autor (clique aqui).

PS³: O blog agora tem um perfil no instagram, não deixe de conferir (clique aqui).

Até breve! 

10 comentários

  1. Tudo bem?
    Eu ainda não tinha visto esse livro por aí.
    Suas impressões não entregam muito sobre o enredo, por isso não pude formar uma opinião sobre querer ou não ler o livro.
    Entendi que tem uma narrativa calma e que vai melhorando ao longo da leitura e apresentação do enredo e personagens.

    Não sou muito fã de romances, mas percebi também que o foco do romance sai, e se transforma.. o que me deixou curiosa..
    Mas de fato não consegui pescar muito sobre o enredo, além do mencionado na sinopse.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Ahhh que premissa mais interessante!
    Realmente toda histórias tem pelo menos dois lados e a ideia do autor foi otima ao apresentar essas duas versões.
    Amei a resenha e fiquei curiosa com o livro Lado A e Lado B, espero poder ter a chance de ler logo.
    Adorei a dica de leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esse livro, mas fiquei bem curioso para ler, pois ele parece ter um enredo bem sólido e intenso. Anotado a indicação.

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Vitória, tudo bem?

    Adoro narrativas machadianas e o fato do livro ser divido em lado A e B me pareceu bem interessante, com uma boa história. Gostei da proposta e da premissa, não conhecia, mas agora bateu curiosidade!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. A premissa do livro me agrada, mas não gosto de enredos que começam muito devagar, já me desanima logo de cara, mas personagens que cativam me animam e fiquei curiosa para conferir as surpresas deste livro. Vou lá dar uma olhada no instagram de vocês.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bom?
    Não conhecia o livro, mas amei demais essa premissa e os acontecimentos serem mostrados por ambos os pontos de vista, nos dando um panorama completo da história! Já quero conhecer esse romance e a forma como ele foi contado de maneira diferente pelos dois personagens e espero gostar tanto quanto você. Dica mais que anotada! ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Sim, o Machado de Assis nos ensina muito bem!kkkkkkk... Dom Casmurro que o diga!rsrs

    Ouvi falar recentemente desse livro e o que desperta meu interesse é essa reviravolta inesperada... a maneira como uma história aparentemente comum toma outro rumo e nos surpreende. É por causa disso que quero ler! Quero descobrir o que se passa, o que de fato aconteceu... ou será que ficará aberto à conclusões como no caso do livro do Machado, em que as pessoas criam teorias?rs

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não conhecia essa história, mas parece um livro bem interessante, sobretudo pelas tramas que se entrelaçam. Uma artimanha que quando um autor consegue fazer com maestria fica um livrão.
    Adorei a dica.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Oii Vitória, tudo bem? Essa é a primeira resenha que leio sobre o livro, não conhecia e achei a a premissa bem legal, diferente, e amo essa coisa de narradores não confiáveis, tramas que se entrelaçam... Vou anotar a dica :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Vitória, eu achei o titulo deste livro genial e pelo titulo, já dá pra te ruma ideia interessante sobre essa questão de narradores não confiáveis como você bem pontuou na resenha. Já quero ler.
    beijos

    ResponderExcluir

Muito obrigada por passar no Doki Doki! A sua visita é super importante para mim. Me conte, gostou de alguma coisa no post? Não gostou? Me ajude a produzir conteúdos cada vez melhores, a sua opinião é muito importante.

My Instagram