3 motivos para assistir Miss Hammurabi

Miss Hammurabi garantiu seu lugar na minha lista de doramas preferidos logo no seu primeiro episódio. Imerso no cenário judicial coreano, essa série/novela passa uma visão realista da sociedade coreana de forma engraçada e tocante (e, sejamos sinceros, revoltante).


Hoje irei listar três motivos para você assistir a esse dorama -- mas realmente, não precisa de motivo nenhum para assistir, essa é uma daquelas indicações que preciso fazer porque é a minha contribuição para o mundo. Mas first things first, do que se trata Miss Hammurabi?

Sinopse
Miss Hammurabi traz Park Cha Oh Reum (vivida pela atriz Go Ah Ra), uma juíza novata e extremamente idealista que cresceu em uma família abastada, mas que perdeu tudo, e que sabe como é não ter poder e nem a ajuda da lei. Ela quer ser a protetora das pessoas necessitadas e apaixonada e determinada, encara a corte como seu palco para a justiça. E Im Ba Reun (vivido pelo cantor L/Kim Myung Soo), um juiz que segue rigidamente as regras, vem de uma família comum e luta pelos princípios e pelas regras -- por ser determinado e honesto, ele trabalha apenas com o cérebro, sem envolver seu coração. Temos também Han Se Sang (vivido pelo ator Sung Dong Il), o juiz com mais experiência entre os dois protagonistas, realista e com grande entendimento das leis, monitora os jovens juízes enquanto lutam pela lei -- ou entre si. Juntos, esses três juízes cuidam de vários casos e percebem que servir a justiça não é tão simples quanto ler o Código de Hamurabi.

Agora vamos à parte boa, os motivos!



1. 10 centímetros
Quando assisti esse trecho abaixo ainda não tinha começado a acompanhar a história desses juízes, mas foi com os dez centímetros que a secretária [maravilhosa] Lee indica nessa cena que a certeza de que eu iria assistir foi cimentada.


2. Temas e reflexões relevantes
Obviamente, por ser uma série ambientada no mundo jurídico coreano, muitos temas importantes (como corrupção e machismo) aparecem em forma de casos a cada episódio. É uma visão não só do sistema judiciário, mas da sociedade coreana, com todos os seus defeitos e falhas, a partir da visão de um jurista que sabe bem do que está falando -- o roteiro foi escrito pelo juiz do Tribunal do Distrito Central de Seul, Moon Yoo Seok.

aqueles sem poder e dinheiro...
protestam nas ruas com raiva cega.
aqueles com algum dinheiro...
acreditam nos corretores e contratam ex-juízes como seus advogados.
mas aqueles com poder real...
nem precisam influenciar [fazer lobby]...
porque os juízes entre eles
tomarão seu lado.

3. Alívios cômicos
Não é só de cenas e temas sérios que um dorama vive, por isso temos nossa cota de momentos fofos e engraçados. Aqui não temos um núcleo cômico, afinal isso não funcionaria tão bem, mas temos várias situações engraçadas com a maioria dos personagens que mais aparecem. São cenas dentro do contexto do drama e nada out of the blue, ainda bem!


Miss Hammurabi tem se mostrado uma série incrível. Estamos perto do seu décimo episódio e ainda não temos realmente uma dica de como será seu encaminhamento para o final (por enquanto, a previsão é de que tenhamos 16 episódios).

Você pode assistir Miss Hammurabi no Dramafever.

Até breve! 

15 comentários

  1. Oi Vic!

    Tudo bem? Então, eu não sou uma grande fã de doramas (tentei assistir alguns que uns amigos amaram e me indicaram, mas simplesmente não rolou) por isso acredito que o problema seja eu.

    Os pontos que você levantou são bem interessantes, mas como não gosto muito vou passar a dica. Com certeza se tentar assistir algum dorama futuramente irei me lembrar da sua dica.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessie!
      Uma pena que você não curta, mas é aquilo né, nem tudo funciona pra todo mundo e tá tudo bem por isso haha :)

      Excluir
  2. Já já conquistou no primeiro episódio é porque o dorama é bom. Confesso que o que mais me chamou atenção foi o temas e reflexões que são levantados nessa série. Confesso que de todos os doramas que ando vendo por aí esse é o que mais me chamou atenção, então vou anotar essa dica, quero conferir.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miga, esse é um dos melhores doramas desse primeiro semestre, sério! Consegue tratar de temas sérios - e que devem ser discutidos - e ainda divertir. Valeu muito assistir quando ce puder :)

      Excluir
  3. Oi, Vitória!
    Menina, esse drama tá um arraso mesmo! <3 Nem tinha dado atenção no início, por já estar assistindo outros dramas, mas de tanta foto e trecho do drama que vi por aí, acabei indo atrás e amei. É fato que os três primeiros episódios me fizeram chorar, e os personagens são muito cativantes - além da protagonista ser certeira ao mexer mesmo na ferida dos assuntos sérios. E, nossa, não sabia que o roteiro era um juiz real, mais verossimilhança ainda à trama, muito bom! Parei no episódio 6 e preciso continuar!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ Sonhando aos Vinte ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi.

    Não sou muito chegada a Doramas, não é muito a minha praia. Sempre vejo alguns na Netflix, mas nunca quis assistir a nenhum. Esse parece ser bem legal e interessante, ainda mais pelo enredo, até assistiria por causa disso. Mas mesmo com esse enredo, eu ainda não sinto vontade de assistir.

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Eu ainda não comecei nenhum dorama para assistir, não sei se vou gostar. Tenho tanta série para acompanhar que ainda não quero começar um outro vicio., Mas vou anotar essa dica.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. Os motivos que você expôs para assistirmos o dorama são os mais consistentes possíveis, principalmente pelas reflexões. Nunca assisti a nenhum, mas acho que vou começar por este.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Vitória!
    Adorei o seu post! Já coloquei essa série na minha lista do Dramafever, só falta mesmo assistir! (Farei assim que terminar uma das que estou acompanhando).
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Ahhh nunca assisti doramas, mas agora quero! A história parece ser muito muito interessante, e o lugar onde se passa também. Esse blog também é maravilhoso, vou até indicar para os amigas haha <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu não assisto doramas, mas já li indicações de vários e esse parece ser o mais diferente e interessante de todos que já vi. Adorei saber que ele traz assuntos mais sérios, ainda mais por abordar o sistema jurídico.
    Porém, como eu falei, não assisto doramas. Aliás, tenho um problema com séries de modo geral, porque não curto esse formato de episódios. Prefiro filmes que em 2 ou 3 horas a gente termina.
    Porém, para quem curte doramas, acho que é uma ótima indicação e você listou bons motivos para assistir.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oieeeeee. Menina, eu sempre vejo uns trechos desse dorama pelo facebook, mas não sei porque ainda não tenho uma grande vontade de assisti-lo. Acho que se fosse na época da minha adolescência, tudo seria diferente, rs.

    Beijo
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Sabe que nunca assisti nenhum dorama, acho tudo muito dramático e triste e prefiro coisas mais divertidas. Não sei se é só impressão minha ou realmente é assim. Mas esse ebem interessante por trazer o mundo judiciário na coreia, é bem curioso.

    ResponderExcluir
  12. Olá Vitória,
    eu nunca assisti um dorama, acredita? Já faz um tempo que se tornaram sucesso aqui no Brasil e desde então só tenho lido críticas elogiosas, que inclusive tem despertado meu interesse. O problema é que ando tão atolada com as séries, filmes e leituras atrasada que ainda não encontrei tempo para investir nos doramas. Já achei a premissa desse mega legal, além de ter gostado de atores tão jovens interpretando juízes conceituados.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  13. Oi Vicky! Tudo bem?
    Não tinha ouvido falar desse dorama ainda, mas reconheci a protagonista quando vi um vídeo que passou no meu Facebook. Se eu soubesse que era uma série sobre os bastidores do mundo jurídico, teria assistido com certeza, ainda mais quando o sistema deles é bem diferente do daqui.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada por passar no Doki Doki! A sua visita é super importante para mim. Me conte, gostou de alguma coisa no post? Não gostou? Me ajude a produzir conteúdos cada vez melhores, a sua opinião é muito importante.

My Instagram