Sobre "Voldemort: Origins of the Heir"

Agora que já faz uma semana que o filme [feito por fãs] sobre o Voldemort foi lançado no YouTube, posso te contar o que achei do filme -- que eu assisti duas vezes para prestar atenção em pontos específicos. Então vamos lá.


Voldemort: Origins of the Heir é um filme feito por fãs que traz um vislumbre da história de Tom Riddle antes de ser Você-Sabe-Quem. Acompanhamos um pouco de seus dias em Hogwarts, os outros alunos com quem ele conviveu, seus passos ao sair da escola de magia e bruxaria e, por fim, seua caça aos objetos que seriam transformados em horcruxes. É um recorte muito interessante de se trabalhar porque é um vislumbre do que temos nos livros -- a história do Tom só é contada direito nos livros, você sabe -- e que nos filmes da Warner foi apenas pincelada por ser extremamente importante para entendermos melhor o personagem. É uma parte da história que provavelmente todo mundo quer saber mais, quer assistir, quer comentar.

Particularmente achei a produção muito atenta aos detalhes. Visualmente é um filme muito bem trabalhado, muito bonito e que claramente foi feito com cuidado por pessoas que amam a história pe para pessoas que amam a história. Os focos nos objetos, nas locações, nos movimentos que dizem mais do que as palavras... A fotografia do filme é maravilhosa e os efeitos estão com uma qualidade surpreendente (e muito melhor do que a maioria dos outros filmes feitos por fãs que já vi).


Agora sobre os atores... As escolhas para os papéis me pareceram bastante pertinentes -- eu certamente consegui criar empatia por cada herdeiro (em especial o da Hufflepuff porque né, é a minha casa e Lazarus é meu personagem favorito aqui). Na maior parte da história os atores estão muito bem, os diálogos me parecem bem treinados, o tempo estava muito bom, suas atuações foram críveis e geraram empatia com o fã que estava assistindo. Em algumas cenas, no entanto, me pareceu que eles se perderam -- em alguns diálogos eles ficaram simplesmente sem expressão, o que não atrapalha o entendimento da história, mas nos deixa a sensação de que alguma coisa ficou faltando. Não posso deixar de comentar também sobre os personagens que simplesmente não funcionaram comigo. Por exemplo, o General Makarov: eu não consegui gostar de sua atuação em todo o tempo que ele estava na tela -- alguma coisa estava fora em sua atuação e não era aquele olho "diferente" que entrava em foco a cada dois minutos em suas cenas.

De forma geral, Origins of the Heir é uma produção muito boa. Ainda que a história não apresente a profundidade que eu esperava -- não há realmente nenhuma resposta nova, obviamente -- ou um desenvolvimento mais detido (porque há sim uma impressão de que estamos correndo no filme), é, como comentei logo no começo, um recorte sobre um personagem icônico para os fãs do universo de Harry Potter. Temos um vislembre do Tom adolescente, que tinha pseudo-amigos, que tinha uma amiga extremamente vibrante e apaixonada, que era um aluno muito bom.

Pessoalmente fiquei bastante feliz com esse fanfilm. Reacendeu aquela chama de potterhead que de verdade nunca foi apagada e mostrou o potencial criativo e profissional dos fãs.

Se você ainda não assistiu, aproveite agora:


Até breve! 

0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigada por passar no Doki Doki! A sua visita é super importante para mim. Me conte, gostou de alguma coisa no post? Não gostou? Me ajude a produzir conteúdos cada vez melhores, a sua opinião é muito importante.

My Instagram