Sobre a minha experiência em uma atlética

segunda-feira, novembro 20, 2017

Eu demorei um mês para ter tempo de parar por um minuto e pensar nesse ano fazendo parte da gestão de diretoria de uma atlética universitária e nos quatro dias da edição deste ano da Taça Universitária de São Carlos (XXXVIII TUSCA), e agora que algumas das obrigações das últimas semanas passaram, está na hora daquele texto super pessoal que às vezes aparece por aqui.



Estou na universidade há seis anos -- sim, eu vou formar agora em dezembro -- e este foi o primeiro ano em que realmente entendi o que é organizar um torneio tão grande e tão cheio de demandas quanto a Tusca -- no ano passado eu já fazia parte da Atlética, mas estava focada apenas (ou principalmente) na visão da área em que eu atuava. Neste ano fiz parte da diretoria da Atlética como diretora administrativa e por isso a minha visão se tornou muito mais ampla, muito mais completa sobre todos os passos para chegarmos ao último dia e sofrermos de ansiedade no último jogo. Nada é simples em um evento grandioso -- nenhuma escolha de atração, nenhuma versão de tabela de jogos, nada apenas brota de um lugar qualquer e está feito, não, muito pelo contrário. Foram meses de planejamento, noites sem dormir, ofícios para serem enviados e revistos uma e outra vez... Cada atração é pensada, discutida, cada versão de tabela de jogos é montada e remontada uma e outra vez por vários motivos. Tudo requer trabalho e reuniões infinitas. Mas vale a pena.

Me lembro que quando contei para algumas pessoas que iria me candidatar ao cargo da secretaria (agora administrativo), várias delas me falaram que eu estava sendo irresponsável por pegar mais trabalho no ano em que eu deveria escrever e defender o TCC, fazer o relatório final da minha iniciação científica, estudar para a prova do mestrado e passar nas disciplinas que eu precisaria cursar. Mas eu ignorei, falei que daria conta e acabei sendo eleita para a secretaria. Foi por causa dessas pessoas, das pessoas que votaram em mim, que acreditaram em mim, que eu me esforcei mil por cento em tudo o que eu fiz. Eu dormi pouco e estudei como uma condenada para tirar 10 no meu TCC e ter meu relatório elogiado, eu passei mais horas em cartórios nestes últimos 360 dias do que na minha vida inteira e tive a oportunidade de trabalhar com pessoas maravilhosas e super competentes que a graduação jamais iria me deixar conhecer se eu não fosse teimosa.

Eu não tenho palavras para agradecer todos os 16 seres humanos que dividiram tanta coisa comigo neste ano. Mesmo em questões pessoais eu pude contar com essas pessoas e foi uma experiência de amadurecimento incrível. Eu nunca irei esquecer que, no dia da minha apresentação de TCC eu pude contar com um deles (que eu conhecia a pouco mais de um ano) para me ajudar, enquanto ninguém da minha sala quis ir (pessoas com quem eu passei seis anos da minha vida, convivendo todos os dias). Esse ano eu descobri que são em lugares como a Atlética que nós encontramos pessoas para levar para a vida, são em lugares que te proporcionam o melhor e o pior que você encontra pessoas em quem pode confiar. Quando olho para trás, me sinto extremamente orgulhosa dessas pessoas -- que eu não preciso citar os nomes e que provavelmente nunca irão ler isso aqui também.


Ontem foi a assembleia para troca de gestão e nas últimas semanas eu estava decidida a não levantar a mão para me candidatar novamente nem aceitar indicações para cargos. Mas eu não sei o que aconteceu e aceitei a indicação para continuar no meu cargo (libriana, né mores?). Então, até novembro de 2018 continuarei como parte da diretoria, agora com a companhia de mais um diretor na minha "pasta" e você poderá continuar a acompanhar isso pelo meu instagram (como sempre).

Agora eu vou voltar a estudar porque presto a prova do mestrado nesta semana.

Até breve! 

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe