Doki Livros | Dumplin', Julie Murphy

quarta-feira, setembro 20, 2017

Sabe aquelas histórias que te marcam daquela maneira forte e sem avisar e que depois de ler você precisa de um tempo para pensar e finalmente poder falar para o mundo sobre? Para mim, a história de Julie Murphy foi assim. Terminei de ler Dumplin' há pouco mais de duas semanas, mas só me senti pronta para falar sobre esta trama agora.

"coloque a sua coroa"
Dumplin' traz a história de Will, uma garota cheia de curvas, de vida e atitude que mora numa cidadezinha pequena que sedia o mais antigo concurso de beleza do Texas. Depois da morte de sua adorada tia, Will irá honrar sua memória e participar do concurso de beleza (que por acaso, tem sua mãe no quadro de vencedoras/participantes antigas e na organização). Este é o fio condutor da trama e eu poderia passar parágrafos e mais parágrafos nesta resenha te contando nos mínimos detalhes esta história, mas para isso existe a sinopse, não é mesmo? (E para conhecer os detalhes você deve ler o livro, claro.) Então hoje eu vou te contar o que faz de Dumplin' uma história tão importante -- e não só porque sua protagonista é plus size, mas porque ela tem amor próprio e confiança.

Sendo assim, vou bater nesta tecla: Dumplin' traz uma mensagem poderosa para nos amarmos como somos. Will é gorda sim e para ela isso não é o fim do mundo -- ela lida muito bem com os olhares dos outros, se ama do jeito que é e [geralmente] não liga para a opinião alheia. Esta é, provavelmente, a personagem que mais quebrou estereótipos neste ano (dentre os livros que li, obviamente) porque passa esse ensinamento de aprender a se amar e a não julgar o corpo dos outros. Todo o clima da narrativa é muito body-positive e isso é realmente legal.

Um outro ponto que realmente me agradou durante a leitura foi o tratamento que Murphy deu para as amizades e dinâmicas familiares retratadas -- foram essas dinâmicas que claramente influenciaram a formação dessa personalidade empoderada que encontramos em Will. Os outros temas abordados (como o relacionamento entre a mãe esbelta e seu passado com seus dias de glória e sua filha gorda, ou o relaciomento entre duas moças que são opostas, ou o relacionamento entre uma menina e um menino vindos de "mundos" diferentes...) se desenvolveram sempre de forma bastante positiva para os personagens -- o que muito me espantou porque esperava que o foco ficasse cem por cento no concurso, mas realmente o concurso foi um ponto no meio de tantos outros que compuseram a parte dramática (e cômica?) da trama.


É claro que nem tudo são rosas e eu demorei um pouco para ficar convencida da relação dela com seu par romântico, Bo. Me pareceu que Bo estava ali apenas para provar aos leitores que garotas como Will possuem sim relacionamentos felizes e normais e senti falta de um pouco mais de tempero nas cenas entre eles -- aquela química toda que me arrepia em outros casais estava bem fraca aqui porque talvez tenha faltado um pouco mais de desenvolvimento e aprofundamento na relação dos dois. Entretanto, passados alguns dias desde que finalizei a leitura, tentei imaginar esta história sem Bo e não consegui, porque ele também é uma peça essencial em todo o desenrolar dos acontecimentos, ainda que nem todos os acontecimentos o envolvam efetivamente.

Outra coisa que me incomodou um pouco foi a atitude de Will. Ela é o foco de seu próprio mundo (e não estou dizendo que isso é ruim), mas por causa disso perde tantas outras coisas! Por exemplo, a grande briga (que ocorreu por razões egoístas, claro) com sua melhor amiga poderia ter sido evitada ou todos os problemas com o garoto que ela amava poderiam ter sido evitados e muitas cenas poderiam ser diferentes. Mas obviamente Will é uma adolescente e vai sim cometer muitos erros e fazer uma grande bagunça -- afinal, isso faz parte de crescer e encontrar seu caminho.

Julie Murphy cruou uma história bastante realista e com um final um tanto inesperado, com um gosto agridoce e de aquecer o coração (possivelmente também romanticamente falando). Eu esperava mais do último capítulo e quando terminei o livro fiquei com a sensação de que faltava alguma coisa na história -- é isso o que finais abertos fazem comigo. Ainda assim me parece, agora, que paramos de acompanhar Will em um momento oportuno, ficamos marcados com seu caminho até o ponto em que paramos e não com o final -- lembra da música da Miley? O importante é a escalada.

Achei a escrita bastante focada em detalhes, o que fez com que a leitura fosse realmente devagar -- o que combinou completamente com o ritmo do livro (que foi em passos pequenos, cada um a seu tempo). Geralmente não me sinto tão inclinada a ler histórias assim, mas esse caminhar lentamente ao mesmo tempo que atrapalhou no meu ritmo de leitura (porque tendo a perder o foco e precisar voltar páginas frequentemente), funcionou para Will e seus amigos -- tivemos tempo para entender o lugar em que eles vivem e as pessoas que compõem a cidade.

Enfim, Dumplin' é uma história para ser guardada no coração e compartilhada com outras pessoas. Me pareceu feita para alcançar todos aqueles que alguma vez se sentiram inseguros ou frustrados consigo mesmos -- pela forma como seu corpo é, pela forma como fala ou age ou por como seu cabelo é isso ou aquilo, em resumo, todas aquelas dúvidas que chegam via pressão social. É uma história que reaviva aquela confiança que devemos sentir sempre e nos faz chegar a conclusão de que não somos feitos das imposições e rótulos que a sociedade nos dá -- a vida é mais do que rótulos de magra, baixa, gorda, alta e etc. etc. etc., a vida é feita de todas as experiências e sorrisos e valores e amores. (de repente me senti super entendida em autoajuda agora, desculpa)

Ah! Obviamente não posso deixar de falar de Dolly Parton! 😍 Suas músicas embalam toda a trama e Will me fez virar ainda mais fã dessa mulher maravilhosa com letras tão inteligentes e tocantes.

Até breve! 

PS: Agora que a escrita, reescrita, revisão e aprovação do TCC passou, vamos voltar aos três posts semanais de sempre. Eu estou muito feliz por ter apresentado meu TCC e tido uma nota incrível, mas também senti muita saudade de poder sentar na frente do notebook com tempo suficiente para escrever bons posts aqui no DD.

You Might Also Like

19 comentários

  1. Oie, tudo bom?
    Eu já fiquei louca pra ler essa obra assim que vi a capa, pois amo protagonistas que representam uma maioria que quase sempre é esquecida pelos autores, tanto de livros como outros meios... Simplesmente apaixonante, sua resenha e o enredo no geral! Já quero!

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Estou louca para ler essa história. Sempre vejo resenhas muito positivas e a temática e as personagens despertaram minha atenção.
    Só fico meio como pé atrás devido ao final aberto. Assim como você, isso sempre mexe comigo sabe?
    Mas acredito que devo dar um oportunidade a esse livro sim.
    Gostei da sinceridade na sua resenha.
    Dica anotada!

    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Oi,

    Essa leitura está entre as desejadas até o final do ano. É realmente um livro muito sensível na temática e acho que, mesmo eu não identificando com algumas coisas, será muito válido para entender questões. Adorei sua resenha, com certeza leio até o final do ano. ♥

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Entendi a sua questão com o personagem de Bo. Parece uma coisa meio forçada do tipo: Mesmo ela sendo gorda ela tem que ter alguém, né? Mas acho que a autora queria passar algum tipo de mensagem, porque as pessoas tem uma mente pequena infelizmente. Já fui gorda e magra e realmente as pessoas nos tratam de forma diferente.
    Greice

    Blogando livros.

    ResponderExcluir
  5. Este livro me chamou muito atenção, ele foge da protagonista princesa de conto de fadas que estamos habituadas, mas juro que essa é a primeira resenha que vejo dizendo que a leitura ficou arrastada, mesmo assim quero ler.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi. :)
    Fiquei bem curiosa pra ler esse livro, apesar de ter visto na fanpage da editora e não ter dado muita importância rs.
    Adorei a premissa pq é algo diferente de tudo, o que parece engrandecer a leitura. Quero conhecer essa estória. Parabéns pela resenha, ficou incrível.
    Blog As Meninas Que Leem Livros - Lauri Brandão

    ResponderExcluir
  7. Oi!

    Vejo muitas pessoas lendo e mando essa obra, eu ainda não senti essa vontade toda de realizar a leitura dessa história, mas não posso negar que deve ser muito boa e desenvolvida, Principalmente envolvendo um assunto como essa história conta!

    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Acho que o enredo deste livro é extremamente pertinente aos dias de hoje e acredito que esta história possa agregar muito a meninas e meninos que se sintam fora do padrão. Já quero ler.
    Amei suas fotos.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Hey, amore!
    Eu tenho Dumplin em casa para ler e estou mega curiosa para ler, pois a premissa dele me atraí muito. Achei muito bacana tudo o que você disse e, principalmente, a ressalva que apresentou. Acho importante conhecermos os pontos fracos de um livro.
    Espero gostar como você curtiu.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi.
    Eu já li algumas resenhas a respeito desse livro e já tinha curiosidade em conferir a obra.
    Realmente não podemos ficar presos aos nossos corpos. Ninguém é perfeito e temos a péssima tendência de nos apegarmos somente aos defeitos.
    Amei a mensagem do livro e adorei o fato de ser narrado através do ponto vista de uma adolescente. Realmente essa fase é complicada.
    Amei a resenha e pretendo ler o livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi! Acho linda a capa desse livro, e principalmente do tema que ele aborda.
    Mesmo com algumas de suas ressalvas fiquei interessada em ler, pois adoro finais inesperados. Há tempos que não leio algo mais fora dos clichês, então essa é uma ótima dica para mim. Adorei! Beijos :*

    ResponderExcluir
  12. Esse livro e maravilhoso, queria ter pelo menos metade da auto estima da dumplin Pôr que ela arrasa.
    Acho importante um livro com visibilidade da minoria set publicado aqui, espero que faca mto sucesso, todos precisam aprender um pouquinho com esse livro

    ResponderExcluir
  13. Eu li esse livro faz um tempo e também demorei para conseguir entender o que eu sentia sobre ele.
    Eu achei a proposta muito boa, gostei MUITO da mensagem por trás e acho que a Will é uma personagem bem realista em certos pontos da narrativa. Se você já se sentiu mal com o seu corpo em algum ponto da vida, tem algumas partes do livro que com certeza farão sentido pra você.
    Porééém, algumas atitudes dela e até do próprio Bo me pareceram muito...blé. Esperava mais do livro e queria que os personagens fossem um pouquinho mais fortes e altruístas.
    Por isso, achei o livro okay. Mas, no final, a mensagem que ele passa é muito boa :)
    Beijos!

    ps.: Galaxy Defenders stay forever <3

    ResponderExcluir
  14. Eu ganhei esse livro recentemente e estou só colocando as leituras em dia para poder lê-lo! Acho a proposta da história incrível e mesmo com as suas pequenas ressalvas eu ainda estou cheia de expectativas!
    Não costumo gostar muito de livros muito detalhados, mas mergulharei na história de coração aberto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?

    Adorei a resenha, é a primeira que leio do livro. Já tinha visto a obra em outros blogs, mas nunca parei para ler nada sobre e nem a sinopse dele. Adorei a narrativa dele e o fato do livro trazer consigo mensagens importantes para nós. Fiquei muito curiosa com relação ao livro agora. Vou colocá-lo a lista de futuras compras. Obrigada pela dica!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oie, me empolguei com sua resenha, apesar de não curtir muito as tramas adolescentes. Adorei saber como a protagonista lida com o fato de ser mais gordinha, e todos os ensinamentos e estereótipos que isso quebra.

    ResponderExcluir
  17. Oiee Victória ^^
    Eu também esperava um pouco mais do final, e achei que faltou alguma coisa para fechar a história, mas logo depois vi que pode ser que saia uma continuação, então fiquei mais tranquila. Gostei muuito desse livro (a única coisa que me incomodou foi que a primeira página dos capítulos tinha uma fonte maior que as outras *-*), foi um livro que me encantou demaais ♥
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Olá,

    Infelizmente, ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas estou bem animada e curiosa em relação a história, todas as resenhas que li agora foram 100% positivas, e gostei de ler a sua porque apontou os pontos negativos também, assim eu já sei o que esperar. Adoro protagonistas empoderadas e que tenham uma mensagem a passar, o que acredito ser o caso dessa personagem.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Só tenho ouvido falar super bem desse livro! Eu tenho muita curiosidade, principalmente por essa mensagem tão importante que ele passa, de nos amarmos como somos. Fiquei interessada também na dinâmica desse relacionamento amoroso que têm, dessa química (ou falta dela) entre as personagens.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe