Dois destaques de maio na e-galáxia

segunda-feira, maio 29, 2017

mais livros, menos papel ;)
Estamos quase chegando à metade de mais um ano e hoje tenho duas indicações de livros da e-galáxia para você colocar na sua listinha de leitura (de férias talvez?). O primeiro deles é Cartas, de Caio Fernando Abreu, autor de contos, romances e peças, o segundo é O legado de capitu, de Flávio Aguiar. Confira abaixo

Cartas, de Caio Fernando Abreu
quem aí gosta do Caio Fernando/ o/
Devolvemos ao público este volume de correspondência de Caio Fernando Abreu, esgotado havia vários anos, depois da pioneira edição pela editora Aeroplano, de 2002, uma iniciativa de Heloisa Buarque de Hollanda, composta por cartas enviadas por Caio a Maria Adelaide Amaral, Hilda Hilst, Flora Süssekind, Cida Moreira, Gilberto Gawronski, Jacqueline Cantore, João Silvério Trevisan, Mario Prata, entre outros.
A presente edição das cartas de Caio marca os vinte anos de sua morte, ocorrida em 1996, e vem atualizada e enriquecida pelo acréscimo de cartas e cartões. 
Com prefácio e organização de Italo Moriconi, a edição sai exclusivamente em e-book.

Sobre o autor
Caio Fernando Abreu foi uma das figuras mais importantes da literatura brasileira contemporânea. Jornalista polêmico, intenso, sarcástico e genial em seus escritos, publicou diversos livros e foi amplamente premiado.
Autor de contos, romances e peças, tem publicado pela e-galáxia o volume com sua correspondência Cartas – organizado por Italo Moriconi. Caio nasceu em 1948 e faleceu em 1996.

O legado de Capitu, de Flávio Aguiar
essa capa é MUITO legal
Um boêmio professor universitário já aposentado vive uma pacata rotina em Berlim, às voltas com suas pesquisas em literatura brasileira. Numa madrugada qualquer, porém, um telefonema misterioso irá virar sua vida de pernas para o ar: do outro lado da linha (e do oceano), um agente da Agência Brasileira de Inteligência, a ABIN, precisa desvendar um rocambolesco mistério, envolvendo um senador da República brasileira e seu arqui-inimigo político, um deputado federal, com um crime não desvendado do passado, maçonaria e um jornalista sequestrado. E só um especialista em Machado de Assis pode ajudá-lo. 
Em seu primeiro romance policial, o poeta e crítico literário Flávio Aguiar nos oferece uma trama complexa, ambientada entre Berlim, São Paulo e Porto Alegre e apimentada por escândalos políticos, suspense, digressões sobre alta literatura e uma inesperada grande paixão. Com personagens cativantes – ora cômicos, ora desprezíveis, ora adoráveis –, o mistério vai aos poucos se revelando ao leitor, quase como num convite para revisitarmos o pensamento dessa mulher em milhares que sempre será Capitu.

Sobre o autor
Flávio Aguiar nasceu em Porto Alegre (RS), em 1947. Reside atualmente na Alemanha, onde atua como correspondente para publicações brasileiras. Pesquisador e professor de Literatura Brasileira da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, tem mais de trinta livros de crítica literária, ficção e poesia publicados. Ganhou por três vezes o prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro, sendo um deles com o romance Anita (1999). Colabora com o Blog da Boitempo quinzenalmente, às quintas-feiras.

Para adquirir os livros é só acessar a loja virtual da editora clicando aqui. Depois de efetuar a compra, é só baixar o app reader da loja no celular que, em instantes, o livro aparecerá e estará pronto para ser lido :)

Até breve! 

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe