Doki Livros | O Sonho do Café, Andrea Illy

segunda-feira, janeiro 30, 2017

Alguém aí gosta de café? Hoje eu vou te contar um pouco do que achei sobre esse livro tão interessante -- que conta a tragetória de uma das empresas mais importantes do ramo: a illycaffè pelas palavras de Andrea Illy, o empreendedor que comanda a empresa.

agora toda vez que eu olhar para essa capa ficarei com vontade de tomar café :D
Eu particularmente não sou viciada em café, para dizer a verdade passei a gostar mais quando entrei na universidade (por razões óbvias), mas a-m-o o cheiro do café: sério, você consegue resistir ao cheiro do café sendo feito? Eu com certeza não. E foi justamente por isso que fiquei tão interessada em O Sonho do Café.

Aqui conhecemos Andrea Illy e sua família, passando pelo momento em que o pai de Andrea, Francesco Illy, começa a correr atrás de seu sonho e fundador a empresa. O interessante na narrativa deste livro é que a voz do narrador é a voz de Illy, e ele rememora a história do café e nos conta aspectos importantes de cada momento decisivo deste mercado -- e aqui eu vou comentar um fato muito pessoal sobre mim: nasci e cresci em Marília e ainda me lembro que por meio ano estudamos toda a cultura do café na terceira série do ensino fundamental, desde como é feito seu plantio até sua colheita e venda, porque o negócio do café foi (e é) muito importante na cidade, por isso me relaciono muito com vários momentos neste/deste livro.

Ainda não sei como escrever essa resenha sem contar tudo o que livro fala, por isso vou colocar aqui o primeiro parágrafo (e aí nós vemos no que dá).
"Cresci em uma família que dava enorme importância ao café: tudo parecia começar ou terminar nele. Uma empresa familiar como a nossa não se limita a ter uma missão; tem uma autênitica "missão-paixão-obsessão" por seus clientes e valores; e, sobretudo, pelo café. Algumas vezes, ainda garoto, eu me perguntava se existia no mundo algo além do café, ou se ele era uma coisa tão importante e complexa." (p. 11)
Esse primeiro parágrafo é um bom ponto de partida para o leitor. Andrea vai, ao longo de todos os capítulos, nos mostrando que o café é sim uma "coisa tão importante e complexa", seja financeiramente, culturalmente ou socialmente. Nós muitas vezes não pensamos nisso, mas centenas de pessoas estão envolvidas ao longo de todo o caminho do café até a sua mesa e melhorar as condições de trabalho e vida dessas pessoas também é muito importante -- e pode deixar o café com um sabor ainda mais especial.

a foto ficou azul e eu ainda não entendi como aconteceu
Nas páginas de O Sonho do Café o leitor sente e aprende os valores da illycaffè, sua missão, seu comprometimento não só com seus clientes e colaboradores, mas com o mundo -- e não apenas o cafeeiro -- como um todo. São apresentados os trabalhadores do café, aqueles que colocam a mão na terra e estão sujeitos ao clima e suas mudanças, aos exploradores e aos preços variáveis. Descobrimos que existe muita tecnologia desde a muda até o expresso que você tanto gosta. E tantas outras coisas que é como se um mundo novo fosse aberto em frente aos nossos olhos.

Em poucas palavras, O Sonho do Café é um livro insparador para qualquer pessoa, amante de café ou não, que sonha ou não em ser um empreendedor... É um livro para todos que querem crescer, para todos os que se importam com o mundo além do próprio umbigo.

Até breve! ❤

You Might Also Like

14 comentários

  1. Oi, Vicky, sou jornalista, nascido em Marília, da assessoria de imprensa da illycaffè. Legal teu post! Abraço, Bruno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruno!
      Eita que legal! Faz tempo que não esbarro com ninguém de Marília! haha Obrigada por passar no blog! :D

      Excluir
  2. Para mim esse livro é novo, ainda não conhecia-o. Não gosto muito de livros que leve pro lado da biografia e tudo mais, mas pelo o que você resenhou esse livro não nada desinteressante. Acredito que de vez em quando é legal lermos algo que pode nos ajudar a crescer. E sem falar que o assunto do livro é uma das minhas grandes paixões, o café. Ah também passei ser viciada no café depois que entrei na faculdade rs
    Beijos, Vicky.

    http://www.livrofilia.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Emily!
      A faculdade faz a gente ganhar uns vicios novos né? haha Mas sim, é bom ler alguma coisa diferente do que estamos acostumados às vezes :)

      Excluir
  3. Vitória, sou apaixonada por café. Existe coisa melhor do que aquele cheirinho de café fresquinho? Acho que só de livro novo, né?! rsrsrs
    Eu não tinha conhecimento deste livro até agora, e achei bem interessante a história que ele nos passa. Gosto de biografias, então, acho que seria uma leitura muito apreciada por mim.
    Adorei a sua resenha e dica, ela foi anotada com muito carinho.;)

    Beijos,
    Dai | Virando a Página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daiane!
      Ai que bom! Quando puder, laia sim! Para quem ama café é uma leitura incrível :D

      Excluir
  4. Oi Vitória!
    Não tomo café (nunca gostei), mas sou que nem você: acho o cheiro muito gostoso. E como na minha família todo mundo é viciado nele, cresci sempre cercado por aquele cheirinho bom de café passado na hora.
    A história parece bem interessante, não só para os amantes do café, mas para todo mundo que busca uma leitura mais diferente e informativa. Não chamou minha atenção, mas tenho certeza que é uma leitura enriquecedora.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Neyla!
      Ai cheiro de café é a melhor coisa do mundo mesmo <3

      Excluir
  5. Oi Vitória!
    Não sou muito de ler não-ficção, mas acredito que os viciados em café e simpatizantes irão adorar conhecer essa visão abrangente acerca da bebida, o lado humano por trás do cultivo e industrialização da planta.
    Beijos... Elis Culceag.​
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elis!
      Sim! O "backstage" da produção de café é muito interessante mesmo!

      Excluir
  6. Olá Vitória!
    Não conhecia a obra e achei bem interessante que a leitura pode ser indicada para quem gosta de empreendedorismo, que é uma área que gosto bastante. Ao contrário de você, nunca gostei muito de café e só tomo quando preciso ficar um pouco mais acordada. Vou passar a dica desta vez, mas quem sabe um dia eu leia, só para ampliar o conhecimento...
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thalita!
      Ah que pena, fica pra uma próxima então! :D

      Excluir
  7. Oi, Vitória!
    Interessante a história do livro; não conhecia esse livro em particular da Valentina, mas deve ser mesmo inspirador acompanhar um pouco da história de um produto que realmente foi e continua responsável como trabalho principal de diversas famílias, além de toda contextualização histórica desde seu começo de plantio até a maquinofatura atual. Não me atraiu de fato, nem chegada à café eu sou, mas valeu a dica mesmo assim, seja pelo pano de fundo empreendedor, inspirador ou simplesmente pela curiosidade do processo.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br/ ♥

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe