Doki Livros | Mil Tons: O Meu Millôr, Alberto Villas

quarta-feira, setembro 28, 2016

Aprendi há algum tempo a gostar de ler biografias, ao longo dos anos li várias das mais variadas pessoas -- em geral, pessoas muito diferentes de mim, mas que possuem em sua caminhada algum ponto de virada que serve como inspiração e como lição de esperança e, o principal, perseverança. Então, era esperado que me chamasse atenção um livro sobre Millôr Fernandes, por isso aqui estamos nós (e também graças ao pessoal da e-galaxia que me possibilitou essa leitura).

essa capa é tão legal!
Acredito que todos nós conhecemos a escrita de Millôr. Todos nós, pelo menos uma vez, lemos alguns de seus textos. Seu humor na medida certa ainda pode ser encontrado em tirinhas de jornal e, na minha época de escola, fazia com que as aulas de interpretação de texto passassem sem que eu percebesse -- e hoje, quando preparo aulas de português para o estágio, sempre encaixo pelo menos um hai kai seu. Mas esse é o meu Millôr. Aqui vamos falar do Millôr do jornalista Alberto Villas.

cada começo de capítulo traz uma ilustração diferente
Em Mil Tons: O Meu Millôr não encontramos uma biografia comum, daquelas cheia de datas e fatos corridos, como nos seminários. Aqui encontramos a trajetória desse ser humano com diversas facetas, e muitas profissões, entrelaçada com o caminho do autor da biografia. E isso é não-tão-exatamente-assim o que Paulo Werneck escreve no prefácio dessa obra:

O que Alberto Villas tem a mostrar aqui é o Millôr dele: o que se entrelaça em sua própria trajetória de menino leitor, depois jornalista e escritor que faz de seus livros verdadeiros painéis de uma época.

Assim, essa é uma biografia singular e sua singularidade é um atrativo durante a leitura. Ao longo dos capítulos vamos descobrindo (e relembrando) os lugares onde Millôr trabalhou, as diversas profissões que acumulou e o seu vício em dicionários (ele também era tradutor, você se lembra?), tudo contextualizado em cenas da vida de Alberto -- que, claramente um fã, cresceu acompanhando Millôr pelos jornais, revistas e, mais tarde, pela internet.

Temos então duas histórias em uma. Com pontos muito interessantes e que me fizeram lembrar o quanto nos envolvemos com autores -- Alberto não viu mais graça n'O Cruzeiro quando Millôr foi despedido, por exemplo -- e o quanto nossos hábitos são influênciados por eles (lemos certas publicações porque o autor x escreve ali, não lemos outras porque o autor y não gosta)..

Mil Tons é um livro muito interessante. O tom de sua narrativa é um tom de conversa, como se estivéssemos sentados conversando com o autor e ele estivesse nos contando fatos sobre si mesmo e sobre Fernandes. Sua escrita é fluida e sua linguagem sem segredos -- e a admiração que Villas sente por Millôr está mais do que clara em suas páginas e palavras.
Com certeza Mil Tons está agora entre as minhas biografias preferidas. Vale a pena dar uma chance!

Até breve! 

You Might Also Like

24 comentários

  1. Adoro biografias também, e procuro aquelas que possuem alguma semelhância comigo, ou então algumas que tem haver com a história, que é o curso que faço, então contribui bastante. E gostei que a biografia do Millôr, parece bem legal esse ponto de vista que é colocado na obra, bem diferente daquilo que eu já estou habituado a ler. E que bom que a leitura agradou tanto você, ao ponto de se tornar favorita, sinal que eu devo ler e me mergulhar mais para conhecer sobre o Millôr, mas isso eu deixarei para um futuro um pouco distante.
    O Pequeno Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha tomara que quando/se você ler, goste tanto quanto eu gostei :)

      Excluir
  2. Olá,
    Não tenho muito costume de ler biografias, mas estou procurando obras que saiam da minha zona de conforto.
    Me chamou muito a atenção pelo fato de a narrativa ser em tom de conversa e demonstrar toda a admiração do autor por Millôr e pretendo dar uma chance sim no futuro.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michele!
      Sim, o tom de conversa da biografia faz toda a diferença! Tomara que quando/se você ler, goste tanto quanto eu :D

      Excluir
  3. Por mais que seja uma biografia diferente do que vemos por aí, eu não me interessei nem um pouco pela leitura. Não consigo gostar de biografias, ainda mais quando é de alguém que eu nem conheço tanto ou gosto, rsrs.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Vitória!
    Não costumo ler biografias apesar de já ter ficado interessada por algumas.
    Esse livro parece ser bem interessante, já li muitos textos do Millôr, e fico feliz em saber que essa leitura foi singular por narrar uma biografia e ao mesmo tempo uma percepção. Mas vou passar a dica desta vez, quem sabe no futuro eu leia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thalita!
      É bem interessante mesmo :) Tomara que tu se interesse no futuro e leia sim :)

      Excluir
  5. Olá!
    Não sou muito de ler biografias, mas tem algumas que me interessam.
    Eu pra falar a verdade não conheço o Alberto Villas, me matem! Mas irei pesquisar e ficar por dentro rs' a capa é maravilhosa!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tahis!
      Hahaha não tem problema, moça! E sim, a capa é linda demais! :D

      Excluir
  6. Oi Vitória! O nome do cara não me é estranho, mas no momento não me recordo de ter lido algo dele. Por mais que sua resenha tenha sido ótima e que a biografia seja diferente do que costumamos ver, não é um livro que eu leria por não gostar nada do gênero e muito menos ser de alguém que sou fã ou coisa do gênero.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nathalia!
      Acho que talvez você jáleu uma crônica ou hai kai do Millôr... talvez na escola? haha Mas que pena que você não curte o gênero =/

      Excluir
  7. Olá! Realmente gosto de biografias escritas de forma prática e que fazem referências à vida do autor junto com a da pessoa sobre quem se escreve a biografia. Se a forma de colocar os fatos é prática e não cansativa, cheia de datas e dados praticamente irrelevantes, fico ainda mais animada de ler. E a leitura fluida realmente facilita demais a compreensão.
    Valeu a dica, vou procurar para leitura.
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah te entendo, Karla! Opa, se tu ler, depois me conta o que achou!

      Excluir
  8. Oi Vitória, sua linda, tudo bem?
    Conheço os textos do autor, ele é divertido e tem sempre uma visão que nos desperta interesse e reflexão. Não costumo ler livros desse gênero, mas esse é um dos que me faria abrir uma exceção, pela pessoa que ele é. Gostei muito da sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cila!
      Se surgir a oportunidade um dia, não deixe de ler, é uma leitura muito gratificante, principalmente por ele ser quem é :D

      Excluir
  9. Vitória, eu não sou do tipo que lê biografias.
    Mas Millor fez parte da minha vida sim e amo as tirinhas até hoje.
    Bonito vê que o autor demonstra tanta admiração por ele assim.
    Acho que essa eu leria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Déborah!
      Sim, a admiração do autor pelo Millôr é uma coisa linda de se ler!

      Excluir
  10. Oiee ^^
    Eu acho que não conheço o Millor *-* Não reconheci o nome, pelo menos. Não sou muito de ler biografias, mas de vez em quando leio algumas, principalmente quando a pessoa é incrível e fez algo muito incrível durante a vida, ou passou por maus bocados e superou. Coisas assim me chamam a atenção.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dryh!
      Ó, essa é uma que você super deveria ler :D

      Excluir
  11. Olá tudo bem? Confesso que não conheço o autor e nem sou muito fã de biografias, mas sua resenha me despertou um interesse. Acho que por ser de uma forma singular, isso faça mais sentido, esse meu interesse. Irei adicionar a lista de desejados <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Vitória!
    Lembro vagamento da leitura de alguns textos do autor quando estava na escola, mas nenhum que me marcasse significativamente até hoje, infelizmente. Por isso, por não ter quase contato nenhum com o autor e suas obras, visto que não são de meu interesse literário principal, provavelmente não leria essa biografia, que também é um gênero que não me atrai. Mas interessante você ressaltar esse dinamismo do livro do Alberto em específico sobre retratar não apenas a trajetória do Millôr, mas fazer um paralelo com a sua própria, nunca vi nada parecido e parece ser uma sacada bem genial e, pelos seus comentários, felizmente bem executada. Parabéns mesmo pelo ótima resenha!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br/ ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sammy!
      SIM, a sacada é genial, estou encantada até agora! <3

      Excluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe