Doki Livros | Desejo Insaciável, Kresley Cole

sexta-feira, setembro 09, 2016

Sabe quem está de férias? Exatamente: essa pessoa que vos escreve -- porque greve é uma coisa maravilhosa que desorganiza todo o calendário acadêmico. E por estar em férias eu quero dizer que terei uma semana para não fazer nada e assim conseguirei ler mais rápido os livros que tanto quero ler -- por isso cá estamos nós, com a resenha do primeiro livro da série Imortais.

lembra que postei um gif sobre o processo de criação dessa capa?
Alguma coisa me atrai muito nas histórias com vampiros (e mais recentemente, com lobisomens), por isso Desejo Insaciável entrou na minha lista de próximas leituras na mesma época em que comentei sobre ele por aqui -- e também foi por isso que li essa história de forma tão rápida (e preciso te contar que ela me deixou muito dividida em noventa por cento do tempo). Mas vamos ao que interessa.

Kresley Cole nos traz a história de Lachlain, um Lykae (lobisomem) que sofreu por pelo menos quinze décadas no calabouço da Horda dos vampiros e que reuniu forças para escapar de toda a tortura de seus inimigos por ter sentido o cheiro da mulher que o destino escolheu para ser sua parceira -- uma mulher que ele espera há mais de mil anos --, e Emmaline, uma moça tímida, com medo de viver, meio vampira e meio Valquíria, que cruzou o oceano para tentar encontrar pistas sobre seus pais em Paris. Eles são um casal improvável, mas os dois juntos se completam de forma perfeita.

Essa seria apenas mais uma história sobre pessoas completamente opostas que se encontram, se apaixonam e vivem felizes para sempre se não existessem alguns detalhes muito importantes nessa trama -- como o pano de fundo/contexto e os personagens. Sendo assim, comecemos com Lachlain.

Esse Lykae tinha tudo para ser um personagem ótimo -- porque incrível ele é --, mas alguns pontos de sua personalidade foram um problema para mim durante a leitura. Lachlain MacRieve é forte, bonito, experiente e claramente um homem que chama a atenção do público feminino -- na história, quando não estava irritada com ele, estava encantada por ele. Meu problema com Lachlain tem dois pontos principais: o seu temperamento e a forma como ele "conhece" e trata Emma. Eu consigo entender o desespero do personagem -- e seu temperamento, que é consequência do desespero (que não vou explicar senão perde toda a graça da narrativa) --, mas não consigo ficar bem com a grosseria com que ele trata sua parceira até pelo menos metade do livro. Tive vontade de entrar nas páginas e estapear o lobisomem sem me importar com nada mais todas as vezes que ele fala para Emma que não vai deixar que ela volte para casa (e aqui já falei demais, me desculpe pelo spoiler). Ele tem uma imagem totalmente errada de Emmaline e por isso não é nada delicado com ela, mesmo tentando protegê-la a todo custo -- e quando finalmente percebe seu erro... para Emma é difícil acompanhar a mudança... o que me leva a falar dessa personagem.

Emmaline Troy é uma linda jovem híbrida em sua primeira viagem sozinha e distante do coven de suas tias Valquírias. Emma tem receio de tudo -- por razões óbvias, ela tem medo do sol, dos vampiros, dos Lykaes -- e se acha fraca e fora do lugar. Tudo o que ela precisa é de tempo -- um tempo de qualidade -- para se descobrir. Emma ainda é muito nova e precisa de experiência, afinal o que são setenta anos perto da eternidade de uma imortal? Gosto muito da forma como a autora descreve a aparência física de Emma -- ela tem o balanço perfeito entre uma vampira e uma Valquíria (e falando sério, quem não gostaria de ter um pouquinho das Valquírias em seu DNA? eu gostaria muito), o que faz com que ela seja linda e fatal. Não quero escrever nenhum spoiler, mas preciso te contar que depois de tudo o que acontece -- em menos de uma semana, vale ressaltar --, Emmaline evolui e amadurece muito: ela descobre quem é, qual é o seu destino e qual é a sua força. E descobre também onde está a sua voz -- e nunca mais se cala.

:3
A relação entre Emma e Lachlain começa da forma errada, mas ninguém pode negar que existem faíscas quando os dois estão juntos e aos poucos, quando um começa a entender e conhecer o outro de verdade, até mesmo eu (que estava cética quanto ao final dos dois) comecei a gostar da interação e do relacionamento deles. Principalmente porque o Lykae realmente se preocupa com Emma e passa a amá-la da forma como ela é e esse cuidado e apreço fazem com que ela se fortaleça e consiga fazer o que deve ser feito -- como eu disse em algum parágrafo ali em cima, eles se completam.

Entre os dois, Emmaline é, sem sombra de dúvidas, minha personagem preferida, mas suas tias Annika, Nix, Regin, Myst e Lucia são personagens ótimas -- passei a trama toda desejando ser uma Valquíria com habilidades especiais como elas. Para falar a verdade, todos os personagens secundários possuem uma razão para estarem ali -- até mesmo a amiga antiga de Lachlain, Cassandra, que mais causa alvoroço do que calmaria -- e são bem construídos. aproveitando o gancho, de todos os personagens que foram apresentados do lado Lykae da história, o demônio Harmann é o mais legal: apesar de aparecer em poucas cenas, Manny conquista o leitor em uma cena pontual na metade para o final do livro (e você vai precisar ler o livro para descobrir qual é).

Cole é formada em Letras (o curso lindo e maravilhoso que essa resenhista que vos escreve faz) e por isso sabe muito bem como envolver seu leitor -- eu não desgrudei do livro enquanto não virei sua última página -- e como construir histórias e contextos bem amarrados. Suas cenas quentes são na medida certa e não aparecem sem contexto, elas estão ali porque precisam estar e fazem parte da narrativa, os detalhes não são exagerados e tudo é muito bem encaixadinho. A linguagem é simples e fluída, o ritmo é constante e a caracterização mais do que convincente -- vou soltar um spoiler aqui, que não vai estragar a trama, quero ser uma Valquíria como a Helena de Troia.

Mesmo me deixando dividida entre a irritação completa por causa de Lachlain e o encantamento abrasador também por causa de Lachlain, considero Desejo Insaciável um bom começo de série -- o contexto geral da trama da série é apresentado, os diversos grupos de seres imortais são colocados no tabuleiro, o Acesso é explicado, alguns inimigos são revelados e conseguimos ter uma ideia de quais casais veremos nos próximos volumes. Depois de superar meu problema de irritação com Lachlain, gostei de acompanhar o desenrolar dessa história de amor, é um primeiro livro muito envolvente.

Desejo Insaciável é uma ótima leitura para quem gosta de seres sobrenaturais, paixões abrasadoras, cenas quentes e conflitos. Sua trama é bem amarrada, seus personagens são seres místicos que por si só já chamam a atenção e sua leitura é muito agradável.

olha esse começo de capítulo, que coisa linda!
Ah! Antes de terminar, preciso dizer que a edição que a editora Valentina fez ficou incrível. O título do livro tem relevo na capa, o papel é o pólen-maravilhoso-dono-do-meu-coração e cada início de capítulo possui um diferencial estético (como você pode ver na foto acima) -- e você sabe que também são nesses detalhes que a obra ganha o coração de um leitor.

Até breve! 

You Might Also Like

28 comentários

  1. Oi Vitória!

    AH SOCORRO! Mais uma pessoa que tá sofrendo com essas férias fora de época, fala se num é um terror! hahaha
    Mas enfim, vamos ao que interessa. Olha, pra ser sincera eu tô bem saturada de histórias sobrenaturais com vampiros e lobisomens. Eu lia tanto mais ou menos na época de Crepúsculo que enjoei de verdade. Mas gostei de uma coisa que hoje em dia não vemos nos livros por aí: as cenas hot têm contexto. Nossa, se tem uma cosia que me mata de raiva é o povo transando do nada nos livros, pqp. Mas não sei se leria, tô tentando me afastar de seres míticos um tempo pra ver se volto a gostar. kkkkkk

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!
      Nossa, é sim, é um terror! haha
      Então, tinha dado um tempo nas leituras com vampiros/lobisomens, mas essa acabou me pegando haha Mas olha, é sempre bom dar um tempo sim! Depois tu volta com carga total ahaha

      Excluir
  2. Oi, Vitória!
    Interessante a premissa do livro, ainda que eu tenha ficado visivelmente perdida ainda com sua explicação detalhada da trama e personagens, mas mesmo se tivesse compreendido mais não é o meu tipo de leitura. Elementos como você citou serem os principais, como o sobrenatural, paixões abrasadoras e cenas quentes definitivamente me repelem em um livro e em qualquer outra mídia, na verdade, rsrs, então vou deixar passar a dica, mas valeu mesmo assim.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sammy!
      É então... acho que até eume perdi quando estava escrevendo haha

      Excluir
  3. Oiee ^^
    Ainda não conhecia este livro, mas, entendi que o temperamento do Lachlain é algo que não te agradou muito, e, pelo o que você disse a respeito do personagem, tenho certeza de que não me agradaria também. Não gosto muito de histórias com vampiros e lobisomens, então o livro não me chamou muito a atenção de primeira. Cenas quentes também não são algo que eu curto, então acho que o livro não é para mim mesmo.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dryh!
      Então, o temperamento dele me irritou mesmo, mas no geral a trama é bom desenvolvida. É uma pena que tu não se interessou, mas obrigada por passar no blog! :D

      Excluir
  4. Oiii Vitória, tudo bem?
    Esse livro é bem diferente do que realmente eu costumo ler, então quem sabe isso me prenderia com toda certeza, além do mais adorei ler a sua resenha e a animação, ficaram incríveis <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Morgana!
      Ah que bom! Tomara que você dê uma chance para ele! :D

      Excluir
  5. Olá! Que delícia um personagem que divide o sentimento do leitor (ora encanto, ora raiva!). Me pareceu um livro delicioso de ler, com muitos dramas, dúvidas da personagem se deve voltar para casa e um grande amadurecimento da mesma. Porém, não tenho o hábito de ler sobrenatural, tenho dificuldade em me entregar à leitura e imaginar as cenas, em fim... por enquanto vou aguardar ter mais dados do livro.
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karla!
      É uma leitura muito boa mesmo! Mas guarda o nome e quem sabe um dia, né? :D

      Excluir
  6. Oi Vitória.
    Ando percebendo que a Valentina tem feito um trabalho incrível, espero que a editora ganhe maior destaque entre as grandes. E o que é essa diagramação? E essa capa que me fez querer o livro assim que olhei? Decepções com alguns pontos da trama a parte, gostei da sua resenha, e gostaria de ler sim. Passei por uma grande ressaca de livros sobrenaturais, mas agora estou voltando com tudo.
    Obrigada pela dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana!
      Siiim, a Valentina tem se superado em cada lançamento! E que bom que você está voltando aos sobrenaturais, tem muito livro bom nesse gênero pra gente ler! :D

      Excluir
  7. Oi Vitória, tudo bem?
    Eu adoro histórias de vampiros e lobisomens, então quando vi que tinha esses dois seres no mesmo livro amei. É minha leitura do momento, apesar de algumas coisas me incomodando muito, justamente o que você também não gostou do Lykae. Eu tô na metade do livro e tem horas que quero dar na cara dele. A forma como ele trata Emma ás vezes é um absurda.
    Enfim, eu adoro histórias com seres mitológicos e espero continuar gostando da história até o final.
    Ótima resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jéssica!
      É, esse Lykae é um personagem de extremos... haha Mas tomara que você continue gostando da história! :D

      Excluir
  8. Oi Vitória, tudo bem?
    Gamei na sua resenha! Você me deixou com muita vontade de ler o livro, o que já era algo previsível para alguém como eu que adora o sobrenatural e seus seres.
    Estou doida pra conferir e logo que der vou comprar e me jogar nesta leitura.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, que bom, Lia!
      Fico muito feliz que tu tenha se interessado :D

      Excluir
  9. Olá, Vicky! Já havia lido sobre o livro em outro blog, mas confesso que não é uma leitura que me atraia. Achei a diagramação linda e fico feliz pela Valentina! A editora tem muitos livros bonitos assim. Parabéns pela resenha!Tenho certeza que encantará muitos leitores!


    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Yohana!
      Pena que o livro não te atraiu, mas sim, a Valentina está com livros ótimos! <3

      Excluir
  10. Oi Vitória!
    Primeiro tenho que te dizer que tu é uma pessoa muito animada na resenha hahahaha, eu particularmente acho isso ótimo. Posso até estar errada, mas imagino que essa grosseria toda do personagem tenha sido mesmo por causa do desespero dele, afinal o cara ficou preso num sei quantos anos lá no calabouço e acabou de encontrar aquela que ele sabe que é/será a companheira dele, acho que ele acabou perdendo o tom rs.
    Espero que você aproveite bem essa folga do estudo, para colocar as leituras em dia!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nati!
      hahaha eu não consigo me controlar :X
      mas sim, o desespero deixou ele mais grosseiro do que o normal haha
      e siiim, estou lendo mais do que dormindo nesses dias! o/

      Excluir
  11. Eu tenho um fraco por histórias sobrenaturais, principalmente quando tem lobisomens! <3 É a primeira resenha que eu leio dessa obra e já fiquei encantada pela trama. No final da sua resenha só cita pontos que eu mais gosto em uma leitura, então foi mais uma coisa que me empolgou. Estou curiosa para descobrir a tal cena que faz o leitor se encantar mais pelo personagem...
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dessa!
      Opa, então corre para ler esse livro, que ó, é um prato cheio! <3

      Excluir
  12. Ai quanta palavra dificil, perai aushuahusa Acho meio chatinho autora fazer o cara do livro grosso assim com a mocinha, fico tentando imaginar quem no mundo gosta realmente disso.
    Vou ter que terminar aqui e ir pesquisar o que são Valquírias, porque eu já esqueci UAHSUAS
    Também adoro vampiros e lobisomens, por mais que ja estejam saturadinhos de tanto serem usados, nunca me canso totalmente e fiquei bem interessada nesse livro.
    A edição da pra ver que é maravilhosa mesmo, adorei o detalhe do começo do capitulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nath!
      uahsaushauhsa siim, esses nomes são bem complicadinhos pra falar e escrever (e pensar também) hahaha mas num é? caras assim sairam de moda faz um tempo!
      Que bom que tu ficou interessada! :D

      Excluir
  13. OOi!
    Quando vi a divulgação do livro não sabia que era fantasia, só agora descobri. kkkkkk
    Embora esteja fugindo um pouco do gênero - que amo - , esse já vai pra lista com certeza. É a primeira resenha que leio dele, resenha que me deixou louca para realizar a leitura.
    E realmente, que edição maravilhosa!!!
    Beijoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Catrine!
      Opa, que bom que você ficou interessada! Leia sim e ai me conta o que achou! :D

      Excluir
  14. Olha, sou uma chata que acha que cenas quentes nunca estão na medida certa, e que nunca precisam estar lá, então a presença delas já me incomoda... mas na verdade, me incomoda mais a presença de vampiros e lobisomens, que são seres que eu realmente não curto, ao contrário de você. Mas que bom que achou o primeiro livro envolvente apesar da sua irritação, rs, não é leitura para mim, mas não duvido que seja um bom livro. Adorei a capa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju!
      haha que pena! mas obrigada por passar no blog! :D

      Excluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe