Doki Livros | Amor de Cordel, Andrea Marques

segunda-feira, maio 30, 2016

O divórcio não é um final, mas sim um começo. Pelo menos, essa é uma das coisas que a história de Carolina passa. Nossa personagem principal de hoje é uma mulher realizada profissionalmente que, aos 38 anos, teve a vida balançada pela notícia do divórcio -- e com isso, descobriu a oportunidade de fazer coisas que nunca teve coragem, como fazer aulas de balé e se apaixonar profundamente.

eu já comentei que essa capa é lindona? mas essa foto é principalmente da lombada xD
A história de Carolina seria mais uma entre tantas outras histórias sobre a superação de um coração partido se não fosse por suas particularidades. Carolina não é uma adolescente que fica desesperada com o término do relacionamento e faz de tudo para voltar com seu antigo amor, pelo contrário. A personagem, ainda que sofrendo, respira fundo e começa a se mexer -- ela não vai correr atrás do ex-marido, ela vai encontrar um apartamento novo, escolher a decoração e os móveis e começar a fazer aulas de balé.

E é entre as aulas de balé, as conversas com os novos vizinhos e os atendimentos no hospital e na clínica em que atua que ela conhece o arquteto Alexandre (que por um golpe do destino quase foi o arquiteto responsável pela reforma no apartamento dela), que além de ser um homem encantador e galante que domina seus pensamentos desde a primeira consulta, é amigo do dono do consultório onde ela trabalha como terapeuta ocupacional.

~ Essa era a deixa que eu precisava para comentar sobre o fato da autora ter estudado na minha querida Federal  e por isso ter colocado lembranças dessa época em sua narrativa através de lembranças da personagem e as conversas com a amiga da época de graduação sobre lugares da cidade, provas, engenheiros e festas -- eu achei muito legal porque é uma coisa próxima ao meu cotidiano (lembrando, eu estou na federal todos os dias, eu vou em festas com os engenheiros e eu sofro com as provas). Outro detalhe legal é que, mesmo morando em São Paulo, a personagem é de Ribeirão Preto, aqui pertinho de São Carlos, e volta para a cidade para visitar sua família -- o que faz com que alguns cenários fiquem mais verdadeiros para mim.

Ah, deixa eu comentar: adoooooorei esse título!
Mas interrompendo o meu momento apreciador de lugares conhecidos, deixe-me voltar a falar sobre a narrativa. Me agradou bastante a forma como o relacionamento entre Carolina e Alexandre é retratado, apesar de achar que Carolina passa muito tempo tentando se convencer a não fazer planos para o futuro e "viver o momento" ao invés de se deixar levar de uma vez por todas. Entretanto, pelo menos para mim, desde o começo estava bastante claro que os dois estavam atraídos um pelo outro -- e todo o caminho que eles percorreram serviu tanto para deixar o sentimento mais forte quanto para dar tempo para Carolina voltar a se conhecer (em outras palavras, deu tempo para ela put herself together).

A relação de Carol com seus familiares e a de Alexandre com seu pai e irmão também é explorada de forma bem interessante -- com certeza, na minha lista de cenas preferidas estão as em que o sobrinho fofinho de Carol aparece. Não vou comentar muito sobre isso para não deixar spoiler, mas as relações familiares também possuem um papel muito importante na trama.

O único ponto que me incomodou um pouco foi o ciúme -- que abre espaço para a atitude infantil e birrenta -- de Alexandre. Eu entendo que a insegurança no relacionamento leva a muitos pensamentos e medos (e nesse ponto os dois personagens são um pouco inseguros), ainda assim... todas as cenas em que Alexandre ficou com ciúme e posteriormente agiu de forma birrenta não entram na minha lista de melhores momentos. No entando, eu entendo que esse é um traço da personalidade do personagem, o que só o torna mais real -- e consequentemente menos perfeito (o que é muito bom, por sinal).

detalhes
Além disso, a autora trata de assuntos importantes, como o respeito ao ser humano e a opção sexual das pessoas através de Lucas e Gustavo, dois rapazes ótimos que sofrem com o preconceito e ódio gratuito de outros moradores do prédio. É com esses dois personagens também que a autora deixa os leitores a par dos muitos direitos negados aos casais gays no país -- e o quanto isso é injusto. Tudo isso feito de forma direta e clara, sem rodeios, para que o leitor saiba como funciona no país em que vive -- e veja/leia como é essa situação pelos olhos de quem está inserido nesse contexto.

Outro ponto muito importante a ser citado é a prática da TO. Apesar de muitas pessoas ainda não saberem, a terapia ocupacional possui papel fundamental na melhoria da qualidade de vida de milhares de pessoas e um romance como o que Andrea nos apresenta é fundamental para que mais pessoas tenham essa consciência. Os vários momentos em que a personagem está no hospital e na clínica são enriquecedores para o conhecimento do leitor.

e uma foto com a capa, porque eu esqueci de colocar ao longo do texto :X
Com narrativa suave e cheia de surpresas e reviravoltas muito bem orquestradas, Amor de Cordel é uma leitura muito agradável e que pode ser degustada por dias ou horas -- tudo depende da disponibilidade do leitor. É uma leitura mais do que indicada para todas as pessoas que adoram um romance e que estão prontas para encontrar uma história de amor muito bonita. Terminei a leitura bastante satisfeita -- e cheia de perguntas quanto ao futuro dos personagens.

Ah! Você deve ter percebido a delicadeza na numeração das páginas numa das fotos logo ali em cima, então vou comentar que a diagramação deixou o livro bem delicado, cada começo de novo capítulo é realmente muito bonito com corações em um barbante, como um varal de cordel mesmo.

Até breve! 

You Might Also Like

2 comentários

  1. Oi
    parece ser um bom livro e legal que gostou da leitura, sempre é bom ler um livro com uma protagonista mais maduras, pois ai não tem aqueles dramas de adolescentes na história, gostei da resenha.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! O fato de a personagem ser mais madura foi um dos principais motivos por me interessar pela história! :D

      Excluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe