Doki Livros | O Amor Mora ao Lado, Debbie Macomber

sexta-feira, setembro 27, 2013

O Amor Mora ao Lado – A vida também nos reserva boas surpresas
Autora: Debbie Macomber
Páginas: 160
Editora: Novo Conceito
Classificação: 3,5/5 Luas
capa
Fiquei surpresa quando abri a caixa com os livros de setembro da editora Novo Conceito. Eu estava ansiosa para colocar as mãos em O Amor Mora ao Lado por uma série de razões, a primeira era por a história envolver um casal de gatos – e como amo gatos, logo fiz uma relação do comportamento de Cão (sim, o nome do gato é Cão), o gato de Jack, com a minha gata de estimação, Petit (que mais manda em mim do que o contrário), e me empolguei. No entanto, no momento em que peguei o livro nas mãos, a realidade me abateu: o livro é fininho, como um livro de conto único (o que reflete o que a história é, um conto) e a história curtinha.
Pelo que entendi na nota inicial da autora, essa história foi publicada primeiramente em 1994 e republicada há poucos anos – o que explica muita coisa. A começar pela superficialidade na escrita. Dessa vez, Debbie não aprofundou sua narrativa e pergonagens, o fez com que a história de seus personagens terminasse com aquele gostinho de quero mais um tanto quanto irritante, para mim pareceu que faltou alguma coisa para que a página final pudesse ser virada e a história encerrada. Pode-se perceber, ao comparar A Pousada Rose Harbor e O Amor Mora ao Lado, o quanto a escrita de Debbie Macomber se tornou mais densa e madura com o passar dos anos. Não que a hostória em O Amor Mora ao Lado não seja divertida, pelo contrário.
Ele sabia exatamente o que estava fazendo com ela e estava gostando da situação. O rosto de Lacey corou.
O livro conta a história de Lacey, divorciada há vários meses e com medo de encontrar um novo amor, e Jack, um cara que sempre discute com uma moça em seu apartamento. Os dois são “unidos” por seus gatos, que resolveram ter um caso amoroso – o que deixa Lacey irritada por ter que “conviver” com o vizinho incansável em tentar convencê-la a sair.
É uma narrativa divertida, não há como negar, e pode ser vencida em poucas horas de leitura. Jack é um personagem divertido, no pouco que podemos conhecer sobre ele e sua irmã, Sarah, e bastante amoroso e paciente. Sarah é uma versão mais nova de Lacey, que se enganou com um namorado que parecia perfeito, fez escolhas ruins e agora precisa conviver com isso. E Lacey é uma mulher traída tentando se reconstruir aos poucos, fechada na rotina casa-trabalho-casa.
Jack e Lacey são vizinhos e um pode ouvir o que o outro diz através da parede da cozinha – o que exemplifica um dos problemas que vejo em morar em apartamento. E é através do que escuta pela parede que Lacey forma a imagem nada agradável de Jack – o que se confirma quando ela o vê com outras mulheres – e escolhe não cair de amores pelo bonito e bem-sucedido rapaz.
Na minha opinião ponto principal da narrativa deveria ser os gatos. Gosto de como eles são importantes para os seus donos – Cleo é a razão de Lacey continuar acordando todos os dias e a relação entre as duas é de amizade e cumplicidade (o que realmente acontece com várias pessoas). E Cão, apesar de não aparecer muito depois de deflorar Cleo, é assunto para conversas e sorrisos.

Gosto muito da escrita de Macomber e apesar de sair da leitura de O Amor Mora ao Lado com um gosto de “falta alguma coisa”, fico satisfeita ao ter a oportunidade de conhecer sua forma de narrar de anos atrás. Ela já encantava antes, e continua fazendo isso hoje.

You Might Also Like

7 comentários

  1. Que bacana que tu já leu, que invejinha kk
    Pretendo ler :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Vitória. Amei a resenha! Achei a capa deste livro uma graça, mas ao contrário de muitos, a história não me chamou a atenção por causa dos gatos (prefiro cachorro rs), no entanto, tenho visto críticas positivas sobre ele, -tirando o fato dele ser bem fino - e por isso estou ansiosa para lê-lo.
    Beijos flor.

    www.doceabril.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Vi! É a primeira vez que venho aqui no blog, e amei tudo! Parabéns! *-*
    Menina, morro de medo de gatos, acredita? Não chego nem perto!
    Mas eu adoro histórias curtinhas, ainda mais agora com a correria de final de semestre na faculdade. kkk
    Fiquei com vontade de ler esse livro porque eu adoro animais (mesmo tendo medo de alguns kkkk) e a relação deles com os donos, quando é boa assim, sempre me emociona.
    Parabéns pela resenha! *-*
    Um beijo ;*

    Juliana . Oliveira
    http://trocandoconceitos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu estou louca para ler esse livro. Adoro esse tipo de romance com pitada de sarcasmo. Além de adorar gatos haha. Esse título é bem a minha cara... Olhando pros vizinhos pra ver se acho algum personagem de livro kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    anyway, beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Pois é,eu prefiro cachorros porém tem alguns gatos que são mega fofos.
    haha,nada mais engraçado do que um gato que se chama cão né?.
    O livro pelo que pareceu é bem divertido e curtinho,dá para se ler bem rápido.
    Beijos
    Tamires C.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não cheguei a ficar empolgado, mas pela resenha o enredo parece ser cativante, uma boa pedida.

    ResponderExcluir
  7. Amo gatos e foi isso que me chamou mais atenção nos livros, o amor pelos animais, existem vários tipos de amor e isso que faz com que o livro seja encantador!

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe