Doki Livros | Apegados, Amir Levine e Rachel S. F. Heller

sábado, junho 15, 2013

Apegados - Um guia prático e agradável para estabelecer relacionamentos românticos recompensadores
Autores: Amir Levine e Rachel S. F. Heller
Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
Classificação: 5/5 Luas

capa
Cada vez mais fazemos uso da pesquisa científica para conquistar melhor qualidade de vida. Sabemos o que devemos ou não comer, conhecemos o tipo de exercício que devemos praticar e por quanto tempo devemos fazê-lo, aprendemos alternativas viáveis para conquistar o sono revigorante... No entanto, nossos relacionamentos amorosos, parte importante de nossa vida, não parecem tão avaliados e estudados. Geralmente temos a sensação de que essa coisa de amor é um assunto da sorte.
Mas será possível que a ciência explique por que algumas relações são produtivas e enriquecedoras, enquanto outras nos deixam perturbados e alienados? Pode a ciência explicar como muitos criam vínculos amáveis sem esforço algum, enquanto outros têm que lutar tanto pelo amor? Para o psiquiatra Amir Levine e a psicóloga Rachel Heller, a resposta é um evidente “sim”.
Em "Apegados" — livro baseado nas pesquisas da Teoria do Apego, de John Bowlby —, os autores revelam como compreender os mecanismos de afeição que se criam entre os adultos, o que certamente nos ajudará a encontrar e a manter o amor. Seja você do tipo “ansioso”, “seguro” ou “evitante”, Levine e Heller se encarregam de oferecer instrumentos suficientes para que você possa construir relações mais fortes e reparadoras com as pessoas que ama.

Convenhamos que a proposta desse livro é muito boa, "Um guia prático e agradável para estabelecer relacionamentos românticos recompensadores", quem não quer?
Baseado em pesquisas sobre a teoria do apego, Apegados é um guia dividido em quatro partes que tem como objetivo ajudar a melhorar nossos relacionamentos afetivos. É, no mínimo, divertido descobrir qual é o seu perfil, seu estilo de apego e o do seu companheiro.
Confesso que quando fiz o pedido para a editora pensei duas vezes antes de clicar - não sou muito o tipo de garota que gosta de livros de autoajuda -, mas minha curiosidade foi mais forte e qualquer tema que envolva relacionamentos, incluindo como melhorá-los, acaba me interessando. Então, comecei a ler e não me arrependi. E ganhei várias dicas - além de até me divertir respondendo aos questionários.
"A primeira atividade a cumprir, portanto, é tomar consciência do modelo operacional que governa o seu comportamento nos relacionamentos."
Tratando tudo de forma simples e clara, Levine e Heller conseguem ajudar o leitor a traçar seu perfil e o perfil de seu companheiro atual ou ideal, se você é ansioso, se ele(a) é evitante, entre outros. Esse é um dos poucos livros - que encontrei em algum momento - que tratam desse assunto de forma científica e interessante. A teoria do apego me interessou mais do que o esperado - antigamente ela era usada para estudar os relacionamentos entre mãe e bebê, mas descobriram que ela também serve para relacionamentos adultos.
Existem diversos casos no decorrer das partes, tanto para exemplificar relações quanto para apontar possíveis "erros" e "caminhos para contornar", tudo isso em tabelas, questionários, temas e subtemas que facilitam a leitura.
Com uma capa bonita - que te faz lembrar daqueles filmes românticos onde um casal sempre faz um coração num tronco de árvore e escreve o nome dos pombinhos no meio -, Apegados é uma boa dica para aqueles que não se sentem seguros nos relacionamentos ou pensam ser "caso perdido" no jogo do amor.
"Os relacionamentos são uma das experiências humanas mais recompensadoras, acima e além de outros dons que a vida te para oferecer."

You Might Also Like

1 comentários

  1. Estou com esse livro para ler mas ainda não comecei. Consegui ele através de uma troca pelo Skoob e a pessoa que trocou disse que não gostou. Vou ler para tirar minhas conclusões e ver se bate com a sua resenha.

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe