Doki Livros | Para Sempre Ana, Sergio Carmach

quinta-feira, outubro 13, 2011

Para Sempre Ana
Autor: Segio Carmach
Páginas: 387
Editora: Caravansarai
Onde Encontrar: Saraiva | Cultura | Siciliano | Livraria da Travessa

capa
Sinopse:
Na mística Três Luzes, o leitor percorre inicialmente três momentos afastados no tempo, onde três homens, de três gerações da família Rigotti, experimentam situações-limite pela influência de uma mesma mulher: Ana. A partir daí, a narrativa o leva a uma instigante viagem, nem sempre linear, entre meados do século XX e o início do XXI, na qual os dramas, o passado, o verdadeiro caráter e os segredos de cada personagem são pouco a pouco desnudados. A trama é conduzida pela busca de Ana e pela busca por Ana, forasteira misteriosa que abala os triluzianos e cuja trajetória se funde à dos demais em uma história carregada de luzes e sombras. A busca de Ana arrebata as emoções; a busca por Ana arrebata os sentidos. E ambas surpreendem. Sempre que tudo parece esclarecido, detalhes antes considerados sem importância provocam uma reviravolta geral na história. Até o último capítulo. Descubra se os mais atordoantes segredos de Três Luzes estão mesmo nos céus ou no fundo da alma de seus moradores.

Terminei de ler Para Sempre Ana ontem. E posso te dizer uma coisa? São poucas as vezes em que gosto de personagens tão diferentes de mim. Não sei se conseguirei passar tudo o que quero com essa resenha, sempre que gosto muito de um livro acabo pensando que não consegui passar o que pretendia nessas linhas.
Adorei Ana. Entendi Carlos. Virei fã de Caio. Sorri muito com Claudia. Tentei entender Cris. Gostei de Gertrudes. Me diverti com padre Motta e delegado Irineu. Pensei muito com Márcia. Mais ainda, virei fã de Sergio Carmach, o escritor que foi simplesmente brilhante nesse romance.
O livro é dividido em três partes, na primeira - Impressões Turvas - nos é apresentada a história, que nos faz acompanhar ao mesmo tempo o presente e o passado; na segunda - A Alma de Uma Mulher -, alguns segredos são finalmente revelados, e o entendimento cai ao leitor como uma luva; e na terceira - À Sombra do Crisântemo - temos um desfecho incrível.
É um romance sensível, que deve ser lido ao poucos, degustado, entendido. Voltei algumas páginas sempre que precisei - todo mundo sabe que se preciso leio duas, três vezes antes de escrever sobre um livro -, e não me arrependi de ter pedido a oportunidade de lê-lo. Logo no primeiro capítulo percebi que iria gostar da história e que Carmach escreve muito bem. E realmente não sei como ele conseguiu passar por presente, passado e futuro com tanta maestria -pois eu vivo me perdendo em livros que fazem isso, coisa que não aconteceu aqui.
Ana é uma personagem carregada emocionalmente e mesmo com tudo o que passou em sua vida, possui aquela diferença que encontramos em pouco - fé. Ela crê que tudo irá se ajeitar, que o seu destino será bom e que será muito feliz. Carlos era infantil e ao longo da história foi encontrando degraus que o fizeram crescer e se tornar um homem decente. Claudia, que ao primeiro momento parece estar apenas de passagem na trama, se mostra uma personagem vital. Cris, a namorada de Carlos, não é o que chamo de minha personagem preferida... ela é mimada (talvez essa não seja a palavra, mas é o que parece diante de suas atitudes). Os debates entre Padre Motta e delegado Irineu são ótimos panos de fundo para pensarmos muitas coisas. Quantas vezes demorei a dormir por estar pensando no Caso Ana Rigotti? Muitas. E todas valeram a pena, pode apostar (:
Lá vem o Amante do Vento.
Para Sempre Ana é um livro que ficará guardado na minha memória por muito tempo - como Além da Neblina de Cândida Vilares e Vera Vilhena, que li quando era criança e nunca mais esqueci -, e recomendo que você leia. Mas com tempo, sem pressa. A história de Ana, Carlos e Caio deve ser lida tranquilamente para que você, assim como eu, consiga entender tudo o que acontece e tirar suas próprias conclusões. :D
*Espero sinceramente que você leia, essa resenha não possui spoilers para não estragar a surpresa :p

You Might Also Like

3 comentários

  1. Oi Vicky!

    Olha, me interessou heim! ainda mais por ter continuacao ;]
    E eu gosto qdo os personagens nao se identificam comigo de cara, pq depois eu acabo me encontrando neles de alguma forma!

    Vou ler burn your tongue e dps comento la! ;)

    E realmente.. a vida com jared, jensen e misha ficou mais divertida! uehuehe.. alias, o Castiel anda rendendo boas risadas tb.

    E deixa eu te perguntar, vc puxa o seriado dublado ou legendado em portugues?
    Queria que minha mae visse tb, so que ela nao eh mto boa no ingles!

    E a viciada aqui vive falando nisso agora, dae ela ficou curiosa.. rs.

    Beijos!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Vicky.
    Sua resenha está maravilhosa! Eu senti o mesmo que você depois de ler o livro. Parabéns pelo blog! Aqui é um espaço muito aconchegante.
    Bjinhos.

    ResponderExcluir
  3. Seguindo e Curtido!
    Retribui?w

    http://overdoselite.blogspot.com.br/2013/11/resenha-liberta-me-trilogia-estilhaca.html

    https://www.facebook.com/overdoselite
    Bjus

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! :D

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe