Doki Livros | Just Listen, Sarah Dessen

sábado, setembro 03, 2011

Just Listen
Autora: Sarah Dessen
Páginas: 307
Editora: Farol
Onde Encontrar: Saraiva | Cultura | Submarino

capa
Depois de ter sido pega com namorado da melhor amiga numa festa, Annabel Green começa o ano letivo sendo ignorada pelo resto da escola. Mas o que realmente aconteceu naquela noite ainda é segredo, que ela não se arrisca a contar para ninguém. Os problemas de Annabel são explicitados pela recusa da família em admitir os próprios problemas: a fissura da mãe para que as filhas virem modelos famosas e Whitney, a irmã do meio, que sofre de anorexia. Uma amizade em Owen, o DJ da rádio comunitária, que tenta constantemente ampliar os gastos musicais de Annabel, fará a tímida jovem a aprender a falar a verdade, doa a quem doer. Ele tem uma missão quase impossível: fazer com que Annabel "Não pense nem julgue. Apenas ouça".
Li Just Listen há algum tempo, mas como 'antes tarde do que nunca', aqui vai a resenha (:
Olhei para os CDs novamente, observando a capa "Just Listen", eu disse.
-Sim. Não pense nem julgue. Apenas ouça.
-E depois o que?
-E depois -ele disse- você pode se decidir. Justo, não?
A história de Annabel é dotada de tanta sensibilidade que até me surpreendeu. Já haviam me falado muito bem desse livro e quando o ganhei de presente não poderia ficar mais feliz.
-Opa, preciso ir -ele disse, colocando a mochila de baixo do braço. -Sabe, por mais que você queira, eu não posso ficar aqui a noite inteira discutindo com você sobre música.
-Não? -falei.
-Não. -Ele deu um passo para trás, se distanciando da porta. -Mas se você quiser continuar essa discussão outra hora, eu ficaria mais do que contente.
Eu me apaixonei pelos personagens, desde Annabel e sua total incapacidade de enfrentar situações de conflito até Owen e suas músicas estranhas, sua irmã deslumbrada com moda Mallory, Whitney e seu problema alimentar, Kirsten e sua vida fora da cidade e até mesmo dos pais de Annabel, com toda uma questão familiar tao complicada. E Rolly com seu emprego estranho.
Há uma conexão verdadeira quando alguém está te enchendo de porrada.
Durante toda a narrativa, Annabel vai se tornando mais forte com a ajuda de Owen e suas músicas, e mesmo sem perceber, ela vai se transformando em uma pessoa melhor também (como já dizia Sartre, você só é quando está em estado de 'vir-a-ser', senão, você não é, só existe - eu sei, é estranho). Os problemas familiares que ela enfrenta em casa contribuíram - e muito - para que sua personalidade fosse assim tão medrosa, é claro, por ser a filha mais nova, era quase um dever agradar a mãe. Mas nada que uma boa conversa não resolva né? (:
Definitivamente, sou fã da Sarah Dessen, ela possui uma sensibilidade tão grande e uma facilidade para colocar isso no papel que tira o fôlego.
Simplesmente amei esse livro.
O passado afetava o presente e o futuro tanto de formas perceptíveis quanto de milhares de outras que não se podia ver.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Seguindo o blog...
    E aproveitei e peguei o seu banner...

    ResponderExcluir
  2. Oi Vicky, obrigada pela vista!! beijinhos!

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe