Doki Livros | A Rosa do Inverno, Patrícia Cabot

domingo, março 13, 2011

A Rosa do Inverno
Autora: Patrícia Cabot
Editora: Essência
Páginas: 416
Onde Encontrar: Saraiva / Cultura

capa
Essa semana, terminei de ler A Rosa do Inverno, de Patrícia Cabot (ou, se preferir, Meg Cabot).
Antes dos meus pequenos comentários, leia a sinopse:

Edward Rawlings faria qualquer coisa para não assumir o título de duque e ter de passar seus dias cumprindo as obrigações burocráticas do cargo. Por isso, não pensa duas vezes antes de viajar para a Escócia e encontrar a única pessoa que poderia substituí-lo: O sobrinho Jeremy, o menino de dez anos que era o verdadeiro herdeiro do título. Órfão, o pequeno Jeremy vive num casebre com a tia Pegeen, uma mulher com opiniões demais para a época. Ela não quer que Jeremy cresça mimado e rodeado de riqueza. Mas sabe que Edward pode oferecer ao menino oportunidades de que ela jamais seria capaz — e aceita mudar-se para a propriedade dos Rawlings, na Inglaterra. Acostumado a conseguir qualquer mulher, Lord Edward enlouquece com a sensualidade e os olhos verdes de Pegeen, que estava longe de ser a tia solteirona que ela havia imaginado. Mas Pegeen não está disposta a fazer mais concessões. No entanto, ao chegar à mansão, ela logo percebe o risco que corre. Sempre movida pela razão, Pegeen sente que dessa vez seu coração está tomando as rédeas. Ela pode resistir ao dinheiro e ao status, mas conseguirá resistir a Edward?

Como acabei de ler, ainda estou avaliando o que gostei ou não nele, mas aqui vai o principal:
Meg, sob o pseudônimo de Patrícia, escreveu um belo romance histórico. É claro, isso não deve ser  confundido com "uma aula de história".
É uma estória suave, sem grandes emoções (é claro, aqui você não encontra nenhum vampiro, lobisomem, anjo, demônio ou qualquer outra criatura mágia -e, confesso, estava precisando de uma leitura assim> "tranquila").
Gostei muito do começo do livro, pois percebia-se o quão independente e inteligente era Pegeen, o problema é: não demora muito e ela se contradiz. Além disso, ela não fica perturbada com a brusca mudança de vida, aparenta como se sempre soubesse agir como uma "lady".
Também não posso me esquecer do segredo que ela esconde. A questão é, o segredo não é de Pegeen e sim de sua irmã, o que na realidade, não é um fator de suspense (talvez um pouco de drama e aborrecimento).
Jeremy é meu personagem preferido. Mandão e consciente do 'poder' de ser duque, é uma criança arteira e que causa bons sentimentos no leitor (bom, pelo menos em mim).

Uma nota entre 0 e 5... ficaria com 4, nesse caso.
Enfim, se você quer uma leitura leve e sem grandes emoções, este é o livro certo para você. Caso contrário, indico qualquer outra leitura.

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe