Nossos Sonhos Parte IV (Final)

domingo, fevereiro 28, 2010

-Ahn? -eu não sabia do que ele estava falando.- O que?
-Quando você fez aquele pergunta, eu menti. Estava envergonhado e com medo do casamento. Me desculpe.
minha voz sumiu, estava em choque. Meus olhos se arregalaram e minha mente ficou em branco, não conseguia pensar me nada. Mas isso não o desencorajou, ele continuou se explicando.
-Eu sei que isso te magoou... eu nã me senti nada bem mentindo, ainda mais para você. Eu fiu tolo, e cruel. E sofri as consequências disso, cada dia sem você é um martírio, eu me forço a ficar longe, mas não consigo por muito tempo. Se eu não tivesse sido um tolo, hoje nosso casamento ainda estaria para se realizar...
-Eu... não entendo. -minha cabeça estava girando, antes que eu desmaiasse, Maxy estava me segurando pela cintura. Nunca estivemos tão perto como agora. Seus braços eram fortes, exatamente como em meus sonhos.
-Não se preocupe. Estou aqui com você. -me disse enquanto acariciava meu cabelo. Fechei meus olhos para tentar conseguir pensar direito.- Meu sonho...
-Por favor, não. -me afastei bruscamente. Não queria passar por isso novamente. Minha cabeça ainda rodava, dei as costas para ele e me apoiei na mureta da varanda. Aproveitei a brisa e tentei me acalmar.
-É estar com você. -ele continuou.- Sempre foi, estar com você. Mas eu fui um tolo... E não ouvi Robert...
-Robert? -Robert? Minha cabeça voltou a rodar e agora estava doendpo também. O que Robert tinha a ver com isso?
-Sim.. ele... conversou comigo. Me contou muitas coisas, me falou daquela lenda... E eu... contei... como me senti, como me sinto. Ele me deu grandes conselhos. Mas eu não segui o mais importante... Me desculpe. Eu fui um tolo medroso. -riu, debochado.- Eu realmente não mereço você.
Me virei para ele. Seus olhos estavam mareados. Não resisti ao impulso e me aproximei dele para enxugar suas lágrimas.
-Não diga isso. -disse, enquanto ainda estavámos perto.
Ele deu de ombros.
-Me diga, que conselho não seguiu? -eu estava me rendendo, era verdade, mas eu precisava de algumas certezas...
-Não disse a verdade, que te amava. -prendeu meu olhar no seu.- Que te amo. Que sonho com você há anos...
-Isso é estranho... -ri.
-Uhn? O que é estranho? -franziu a testa.
-Eu sonho com você todos os dias. -desviei meus olhos, procurando por outro lugar para olhar, e não percebo quando ele ficou a centímetros de mim.- Eu...
E então eu estava perdida na imensidão de seus olhos.
-Eu te amo. -sussurrou.
-Sempre te amei... -não consegui terminar a frase. Ele estava me beijando antes que eu percebesse. Senti meu corpo amolecer em seu abraço e, pela primeira vez em toda a minha vida, eu senti que era certo.
Ficamos abraçados por um longo tempo. Eu não consegua explicar o quanto ficar ali me fazia bem. Eu estava feliz, simplesmente.
-Eu fiz uma bagunça, não é? -falou com os lábios em meu cabelo. Me afastei um pouco para olhá-lo.
-Nós fizemos. -corrigi.
-Se eu tivesse dito antes...
-Eu não estaria pronta pra te amar.


Em menos de uma semana, o casamento já avia sido remarcado. Mas ao contrário do que acontecia antes, eu não estava angustiada, estava feliz. Robert voltou em duas semanas e aceitou ser nosso padrinho e se apaixonou por Jenny, minha melhor amiga.
E quando minha professora voltou, aquele poema, que ainda não havia sido escrito, estava em cima de sua mesa, como conto de uma princesa levada que namorava um príncipe presunçoso.
Algo como...
"Nós temos um sonho.
Nesse sonho, você é o herói,
E eu, a donzela em perigo.
Mas a donzela não precisa ser salva.
E o herói percebe que isso é certo.
E como este não é um conto aberto,
eu escrevo aqui, que o final feliz acontece
quando o corpo da donzela amolece
envolvido nos braços do herói,
formando um laço que nada destrói." *


*Trecho do poema 'Nossos Sonhos' (também de minha autoria)



E então... esse é o fim... rsrs
Espero que você tenha gostado. Tenho outros finais alternativos, mas esse me pareceu o melhor...
Bom, espero que você tenha um bom domingo!
E até a próxima! rsrs (que será em breve...)
Ah, obrigada pelos comentários! rsrs Vocês sabem que continuo escrevendo por vocês =* rsrs
Ah! (2) hoje estou passando rapidinho por aqui, então no proóximo post u falo sobre o selinho que eu ganhei, OK? (hehe eu não esqueci...rsrs)
kisses for you! =^.^=

You Might Also Like

7 comentários

  1. Amei o fim *---*
    eu imaginei isso!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. nossa.
    isso q eu chamo d "surpresas" da vida.
    pior q na vida real não chocaria mais
    kkkkkkkk
    ..
    mas ficou lindo
    intenso
    envolvente.
    demais *-*


    resolvi encher o saco por aqui hehe
    .um abração
    e o povo no meu blog forneceu versos para o Nosso AXÉ..não se assute com isso quando visitar essa possilga de idéias vulgo meu blog kkkkkk
    e feliz dia da meteorologia que acaba com a gnt...
    e do drible porrada...aquele q vc dribla e leva um soco na cara,
    "má que violencia."

    ResponderExcluir
  3. ushuahsuahuas
    pois é, eu tava inspirada mesmo...
    eu fiquei meio insegura pelo tamanho do texto, mas eu acho que deu resultados rsrs
    beijinhos, vou seguir você ^^

    ResponderExcluir
  4. aaaaaaameeeeei, sério *_*
    Esse foi o melhor final.AHHAAHHA;


    beeeijinhos,amor.

    ResponderExcluir
  5. vicky doretto vc me surpreendeu hein menina, ta soo much pop UASGEOIUAGIUGEOIUAG'

    ResponderExcluir
  6. Ai que lindinho *-*
    Adorei , você vai escrever mais histórias ? Eu quero mais HUSDHSDUSHDUSHD me viciei D:

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no Doki Doki :) A sua visita é muito importante para mim. Gostou de alguma coisa? Não gostou? Me conte! ;)

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Editora parceira

Subscribe